Síndrome Pós-Colecistectomia

A síndrome pós-colecistectomia (SPC) consiste em um grupo de sinais clínicos e sintomas que habitualmente surgem após a ressecção cirúrgica da vesícula biliar (colecistectomia), que é comumente realizada com o objetivo de tratar os cálculos biliares.

Embora na maioria das vezes a SPC seja atribuída à colecistectomia, existem outras causas para esta desordem, como:

  • Síndrome do intestino irritável;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Hipersensibilidade do trato gastrointestinal;
  • Consumo excessivo de alimentos ricos em lipídios;
  • Dolorosas cicatrizes cirúrgicas de hérnias;
  • Aderência após cirurgia;
  • Estenose dos ductos biliares;
  • Cálculos biliares retidos nos ductos biliares ou ducto pancreático;
  • Lesão das vias biliares durante algum procedimento cirúrgico;
  • Pancreatite crônica ou insuficiência pancreática;
  • Diverticulite;
  • Úlcera péptica.

Esta síndrome resulta das alterações ocorridas no fluxo da bile, em decorrência da remoção do seu local de armazenamento, que é a vesícula biliar. Dois tipos distintos de problemas podem ser encontrados nesses casos. Primeiro, é o contínuo aumento do refluxo de bile para o trato gastrointestinal superior, fator que pode contribuir para o aparecimento ou agravamento de esofagite ou gastrite. A outra consequência está relacionada ao trato gastrointestinal inferior, podendo haver cólicas intestinais e diarreia. Além dessas manifestações clínicas, também podem estar presentes, gases, flatulência, náuseas, vômitos e icterícia.

Estudos mostram que aproximadamente 65% dos pacientes que passaram pela colecistectomia não sofrem da SPC, pois um fluxo anormal de bile nem sempre leva a manifestações clínicas.

O diagnóstico é feito com base no histórico e quadro clínico apresentado pelo paciente. Em alguns casos, são necessários alguns exames, como ultrassonografia endoscópica, manometria biliar, tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

O tratamento desta síndrome deve ser feito de acordo com a causa, envolvendo o uso de fármacos e cirurgia.

Fontes:
http://emedicine.medscape.com/article/192761-overview
http://www.medfriendly.com/postcholecystectomysyndrome.html
http://en.wikipedia.org/wiki/Postcholecystectomy_syndrome

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Síndromes