Valor econômico agregado

Em 1980, o economista financeiro de Chicago Joel Stern criou o Economic Value Added (EVA), que podemos chamar de Valor Econômico Agregado (ou Adicionado) em português, com o intuito de medir os custos de oportunidade nos negócios como um critério financeiro.

O Valor Econômico Agregado é referente ao lucro econômico de uma empresa, o valor que significa que a atividade produtiva excede o mínimo retorno esperado pelos investidores. Só há valor econômico quando as receitas superam todos os custos, sejam operacionais, sejam de capital em um determinado período produtivo, incluindo os custos tributários.

Foto: Song_about_summer / Shutterstock.com

Ou seja, é o lucro econômico obtido levando em consideração o custo de oportunidade do capital investido e se o valor organizacional foi criado ou perdido depois de cobrir todos os custos. Por isso, o EVA também pode ser chamado de “renda residual”, porque é o resíduo remanescente após todos os custos terem sido cobertos. Como mostra o economista Mark Skousen, o lucro econômico é sempre menor que o lucro contábil. São os lucros operacionais após o pagamento de impostos menos o encargo de capital apropriado tanto para o patrimônio quanto para o patrimônio líquido.

Os componentes principais para o cálculo do Economic Value Added são:

  • Lucro operacional líquido;
  • Capital total investido (Dívidas + Patrimônio Líquido);
  • WACC (Custo Médio Ponderado de Capital, a média ponderada entre o capital de terceiros e capital próprio investido na empresa);

Assim, calcula-se o Valor Econômico Agregado da seguinte forma:

EVA = Lucro operacional líquido após impostos – (Capital total investido x WACC)

Para exemplificar o EVA, suponhamos que um empreendimento teve os seguintes resultados em um ano:

  • Lucro operacional líquido após impostos = 8.520.000
  • Investimento total de capital = 5.200.000
  • WACC = 0,162 ou 16,20%

Calculando, seu Valor Econômico Agregado será:

EVA = 8.520.000 – (5.200.000 x 0,162) = 8.435.800

O EVA é importante para os empreendedores acompanharem e compararem a taxa de retorno obtida em um determinado investimento em relação ao custo de oportunidade de investir em outra atividade. A atividade produtiva precisa gerar valor, lucratividade para que seja viável. O indivíduo precisa restituir de uma operação mais do que ele investiu nela, caso contrário não é uma atividade produtiva viável.

De acordo com Skousen, pelo menos até 2013, empresas como Microsoft Corporation, Coca-Cola, GE, AT & T e Whole Foods Market usavam o EVA para medirem seu sucesso; e claro, a Stern Value Management , anteriormente Stern Stewart & Co, empresa onde o criador do EVA Joel Stern é presidente e diretor executivo, faz uso do EVA como critério financeiro. Enquanto falava em um seminário em 2005, Stern explicou que o Serviço Postal dos Estados Unidos era deficitário e se tornou lucrativo após implementar o EVA. Analistas de Wall Street, como Goldman Sachs e First Boston, usam o EVA para avaliar estoques. E, conforme o escritor e consultor MBA em finanças Al Ehrbar, o Valor Econômico Agregado explica o valor de mercado e o desempenho das ações melhor que outra medida contábil existente.

Já o administrador Tiago Reis ressalva algumas limitações do EVA, tal como: o indicador só pode ser feito para analisar dentro do próprio período medido, não como previsão de desempenho futuro. E para ele, só faz sentido analisar o EVA em atividades de produção intensiva, que transformam insumos e matérias-primas em bens de consumo e produtos, sendo mais útil para fabricantes do que para empresas de software ou de serviços com muitos ativos intangíveis.

REFERÊNCIAS:

CAMARGO, Renata Freitas de. EVA, ou Economic Value Added: o que é Valor Agregado e como calcular o EVA?. Disponível em: <https://www.treasy.com.br/blog/eva-valor-economico-adicionado/>. Acesso em 02 de abril de 2019.

LINO, Maria Luiza Mendes. Economic Value Added – EVA. Disponível em: <http://www.econ.puc-rio.br/uploads/adm/trabalhos/files/Maria_Luiza_Mendes_Lino.pdf>. Acesso em 02 de abril de 2019.

REIS, Tiago. O Que É O Economic Value Added (EVA) E Como Analisar Esse Indicador?. Disponível em: <https://www.sunoresearch.com.br/artigos/economic-value-added-eva/>. Acesso em 02 de abril de 2019.

SKOUSEN, MARK. Economic Logic. Washington, DC: Regnery Publishing, 4ª edição, 2013,106-108p.

The Economic Times. Maximising shareholder wealth with Joel Stern. Disponível em: <https://economictimes.indiatimes.com/maximising-shareholder-wealth-with-joel-stern/articleshow/1009770.cms>. Acesso em 02 de abril de 2019.

The Economic Times. Take up EVA if you want to profit, Joel Stern tells companies. Disponível em: <https://economictimes.indiatimes.com/take-up-eva-if-you-want-to-profit-joel-stern-tells-companies/articleshow/1029036.cms?from=mdr>. Acesso em 02 de abril de 2019.

Arquivado em: Economia