Como apresentar trabalhos escolares em grupo?

MBA em Comunicação Corporativa (Anhembi Morumbi, 2009)
Graduada em Fonoaudiologia (PUC-SP, 2005)

Para felicidade de uns, para infelicidade de outros, os trabalhos escolares em grupos são cada vez mais comuns, tanto no ensino médio quanto no fundamental.

Muitos alunos têm verdadeiro pavor desses momentos, mas, como, nos dias de hoje, praticamente todas as profissões exigem apresentações em público, é melhor ir se acostumando com isso desde o colégio.

Existem muitas técnicas para nos sairmos bem durante uma apresentação de trabalho, seja ela em grupo ou individual. O importante é ter em mente que é possível superar o medo e a timidez e, aos poucos, falar em público poderá ser até prazeroso. Listamos algumas dessas técnicas. Confira!

Foto: Rawpixel.com / Shutterstock.com

1. Cuidados para antes da sua apresentação

Se você pensa que as técnicas para uma boa apresentação começam quando você já está em frente à sala, prestes a soltar a voz, está muito enganado. Existem cuidados que devem ser aplicados bem antes disso! Alguns deles são:

  • Estude o conteúdo da apresentação, para que não haja a necessidade de levar “colas” quando chegar o momento de falar. Procure dividir o tema central em palavras-chave, o que facilita na hora de memorizar o que for mais importante. Se você tem a segurança de saber o que vai dizer, o nervosismo diminui (e muito!).
  • Pratique a sua fala! Se possível, faça isso para amigos ou familiares. Outra boa opção é gravar o seu ensaio e ouvir depois, identificando o que ainda pode ser melhorado.
  • Dê atenção à sua alimentação, evitando comidas muito pesadas no dia anterior à apresentação do seu trabalho. Comidas assim podem reforçar os sentimentos ruins, como a ansiedade e o nervosismo. Por isso, opte por uma alimentação leve!
  • Evite ingerir café ou bebidas com cafeína. Muitos alunos, mesmo os que ainda estão no ensino fundamental, tendem a ingerir muita quantidade de bebidas consideradas energéticas. Mas isso, na prática, pode ser um grande erro, já que só aumentam o nervosismo. Opte por sucos naturais ou água!
  • Durma bem. Uma boa noite de sono fará com que você chegue descansado à apresentação, garantindo que esteja focado e pronto pra mostrar tudo o que tem a dizer.

2. Técnicas para aplicar durante a apresentação

Quando você apresenta um trabalho, está falando para seus colegas de turma e seu professor, que são pessoas com as quais você já tem uma certa intimidade, não é mesmo? Ainda assim, procure falar de uma forma interessante, para que todos possam disfrutar da apresentação de seu trabalho.

Algumas dicas bastante úteis são:

  • Se você vai usar o projetor, tome muito cuidado com os slides! Evite enchê-los com grandes parágrafos de texto, substituindo por imagens ou por palavras-chave. Lembre-se que os slides são um extra e não substituem a sua fala durante a apresentação.
  • Esteja atento à sua voz! Procure falar em uma velocidade agradável, nem muito rápida, nem muito lenta. O mesmo vale para o volume: volumes muitos altos acabam sendo um incômodo para quem assiste, enquanto os muito baixos dificultam o entendimento da sua mensagem.
  • Contextualize a sua fala! Uma ótima maneira de fazer com que os outros entendam o que você está apresentando é fazendo isso através de uma história. Exemplifique suas opiniões e informações de um modo acessível, garantindo que toda a turma aprenda com você!

Cuidados para trabalhos em grupo

Todas as dicas que vimos até então valem para trabalhos individuais e grupais. No entanto, para as apresentações em grupo, existem outros passos importantes:

  • Divida as falas de cada integrante. É importante que todos do grupo saibam o que vão dizer, evitando repetições desnecessárias.
  • Faça treinamentos em grupo! Um dos pontos positivos de apresentar trabalhos em grupo é que vocês podem praticar juntos, com um integrante ajudando o outro. Esse passo também é importante para garantir que o tempo de apresentação dado pelo professor seja respeitado.
  • Garanta que todos estudem o conteúdo da apresentação. Dessa forma, se algum integrante tiver um “branco” ou não puder comparecer à escola no dia marcado, outros conseguirão falar sobre essa parte específica.

Boa sorte!

Arquivado em: Comunicação, Educação