Como estudar com barulho

Você precisa estudar, mas tem muito barulho? Tenta se concentrar, mas os barulhos distraem o tempo todo?

Então, leia este artigo até o final, pois vou ensinar você a estudar mesmo com barulho. Para isso vou passar 3 dicas que considero essenciais para ajudar a ter mais foco nos estudos e conseguir os resultados que deseja.

Ilustração: Lorelyn Medina / Shutterstock.com

Mas antes de passar as dicas é importante esclarecer um ponto.

Distração externa e como se concentrar

Uma das coisas que mais atrapalham sua atenção nos estudos são as distrações. Costumo classificar em dois tipos as distrações: distrações internas e distrações externas. Observe a diferença entre elas:

  • Distrações internas: Distrações que surgem na sua mente como preocupações, estresse, é a conversa mental que você gera a atrapalha no foco.
  • Distrações externas: Toda distração que vem de fora como barulhos, pessoas chamando, notificação de celular etc.

O que você precisa entender é que com relação as distrações externas não tem como você controlar. Não dá para simplesmente apertar um botão e fazer todo mundo a sua volta deixar de fazer barulho.

Como os barulhos são distrações externas o que temos que fazer é procurar formas de adaptar a sua rotina para que esses ruídos não tirem seu foco. É justamente essa a proposta com todas as dicas que vou te passar.

Vou apresentar algumas dicas para estudar com eficiência mesmo no barulho, vamos a primeira dica.

Dica #01 – Trocar de local de estudos

Às vezes o local que você está não favorece seu aprendizado, saia dele sempre que possível, você não é uma árvore, não precisa ficar “plantado” sempre no mesmo local.

O primeiro passo é tentar encontrar dentro do mesmo local que você está um espaço que tenha menos barulho, por exemplo um quarto mais afastado ou o fundo de sua casa onde tem poucos ruídos.

Se o problema é estudar em casa e as pessoas ficam o tempo todo chamando você ou conversando, o ideal é procurar um local fora. Existem pessoas que vão até bibliotecas públicas ou mesmo parques para estudar, assim podem ter mais foco.

Essa é a primeira ação que você pode tomar para conseguir amenizar e até acabar com o problema do barulho. Agora vamos a segunda dica.

Dica #02 – Abafadores de som ou protetores auriculares

Caso você não tenha outro local para estudar ou não consiga trocar de local, os abafadores podem ser excelente alternativa.

Abafadores servem para reduzir o ruído externo, é muito usado por profissionais que trabalham em locais com muito barulho, exatamente como você quando precisa estudar e tem muito barulho.

Um ponto negativo que muitas pessoas alegam com relação aos abafadores e protetores auriculares é que eles incomodam muito. Acredito que é uma questão de se acostumar, pense o seguinte, é melhor forçar a usar um abafador para ter mais foco do que deixar de estudar.

Procure em alguns locais abafadores ou protetores auriculares para ajudar a ter mais foco. Se quiser tem uma outra opção parecida com essa, só que você não precisa comprar nada.

Dica #03 – Músicas e ruídos para estudar

Se você não gosta de abafadores ou achou muito caro o preço deles, então pode tentar estudar com música ou ruídos para ter mais foco.

Neste sentido, a música instrumental é excelente para conseguir ter foco nos estudos, principalmente música clássica, além disso ela serve como uma pequena barreira contra os sons externos e ainda podem ser usados fones para ajudar nisso.

Além disso, tem o que chamamos de ruído branco para se concentrar. Eles são sons de chiado, chuva, vento, água etc. Esses sons acalmam, aumentam o foco e ajudam você a se concentrar usando o mesmo princípio que citei acima.

O ponto negativo dessa dica é que muitas pessoas não conseguem se concentrar com nenhum tipo de ruído, daí neste caso é melhor tentar usar o abafador mesmo.

Conclusão

Espero que as dicas que você recebeu aqui ajudem a estudar mesmo com barulho. O que precisa fazer agora é colocar em prática cada uma destas dicas e testar.

Lembre que a mudança não é instantânea, por isso teste em sua rotina e adapte de acordo com sua necessidade.

Arquivado em: Educação