Como fazer anotações

Você precisa fazer anotações durante suas aulas, mas não sabe como?

Este artigo é voltado para estudantes que sentem dificuldades ou até mesmo possuem dúvidas de como realizar anotações eficientes para facilitar seu aprendizado para provas, concursos, faculdade etc.

Porém, antes de tudo é importante que saiba que a escrita é um dos métodos mais eficazes para a compreensão de um conteúdo. Mas é preciso saber anotar de maneira correta. Nesse artigo irei falar especificamente sobre anotações em aulas ou vídeo aulas.

Bem, conheça as dicas.

Foto ilustrativa: Rido / Shutterstock.com

Anotar não é copiar

Um dos pontos principais que precisa entender é que ao realizar uma anotação não precisa escrever tudo o que o professor fala. Pelo contrário, quanto menos você escrever, melhor será para seu processo de memorização.

Isso porque simplesmente copiar tudo o que o professor fala ou escreve é um método muito passivo de estudo, pois você deixa de se envolver e simplesmente passa a informação do quadro para o papel.

Quando usa suas palavras para anotar, sintetizar, cria símbolos ou qualquer coisa do tipo, seu aprendizado aumenta e memoriza com mais facilidade o conteúdo.

Agora que entendeu isso, vamos aos passos para uma boa anotação.

Comece com o conceito-chave da aula

Escreva no seu caderno qual é o tema da aula. Isso ajuda a identificar rapidamente do que se trata as suas anotações.

Além disso ao escrever o tema da aula, pode previamente gerar algumas perguntas sobre o tema que serão respondidas posteriormente enquanto assiste a aula e faz anotações.

Se quiser pode até escrever essas perguntas no topo das suas anotações. Elas são como pequenos guias para garantir sua atenção durante as aulas.

Depois usando um sistema de tópicos irá encadeando as ideias que são apresentadas pelo professor na aula.

Prefira anotar em um sistema de tópicos

O ideal é que suas anotações sejam em tópicos com os principais conceitos apresentados pelo professor.

Quando você retomar essas anotações usará mais a memória para resgatar o que foi explicado pelo professor e com isso, usando mais sua memória, memoriza com mais facilidade.

Escreva palavras ou conceitos-chave curtos que expressem a ideia central da aula um abaixo do outro. Além disso, o sistema de tópicos facilita encontrar as ideias e complementar posteriormente durante a sua revisão.

Um sistema de revisão da anotação

Logo após fazer suas anotações, pode revisar o que aprendeu. Neste ponto pode fazer após o termino da aula e até em casa.

Leia as anotações e force sua memória a lembrar do que foi dito em cada momento para anotar aqueles conceitos. Depois se necessários à medida que for lembrando complemente suas anotações.

No final se quiser pode responder as perguntas que você havia criado no começo ou então criar mais algumas perguntas para responder a ajudar ainda mais no seu aprendizado.

Além disso quando fizer sua revisão não precisará ficar lendo muita coisa, será rápido, apenas o suficiente para que você recorde do assunto abordado.

Conclusão

Com esses elementos necessários para fazer uma boa anotação, você compreendeu porquê não deve copiar e sim anotar. Além disso, descobriu que anotar em sistema de tópicos será melhor para sua memorização e também como é importante revisar constantemente para manter a informação na sua memória.

Agora é o momento de colocar em prática e adaptar de acordo com sua necessidade. Alguns alunos que atendo gostam de criar várias perguntas para responder na revisão, outros gostam de anotar fazendo pequenos desenhos e símbolos, isso vai variar de acordo com sua forma de aprender.

Entenda que no começo é preciso acostumar-se com a ideia de sintetizar e anotar pouco, por isso, não desanime de cara, continue tentando, com o tempo você aprender a sintetizar com mais velocidade.

Arquivado em: Educação