Como os pais podem ajudar os filhos nas apresentações escolares?

MBA em Comunicação Corporativa (Anhembi Morumbi, 2009)
Graduada em Fonoaudiologia (PUC-SP, 2005)

Uma das dificuldades que crianças, adolescentes e jovens encontram nas diferentes fases de escolarização são as temidas apresentações de trabalho. Ensiná-los a lidar com isso pode ter um grande impacto na vida escolar. E, sabe-se que uma das principais determinantes do sucesso profissional no futuro está relacionada a esse bom desempenho. Diante disso, selecionamos algumas dicas para ajudar seu filho na hora de apresentar trabalhos. Confira!

Ajude-o a ter concentração

Ensine seu filho a ter foco. As gerações mais novas têm a tendência de dividir a atenção com vários elementos ao mesmo tempo, como celulares. Para evitar isso, motive-os a fazer as tarefas longe da televisão e da internet e em horários tranquilos com o mínimo de distrações ao seu redor. Mas não deve ser uma forma de castigo, é preciso fazer com que entendam que quanto mais tempo é gasto com o trabalho sem realmente produzir, mais tempo a tarefa levará para ser concluída.

Mostre os caminhos para buscar informações

Os estudantes costumam anotar os conteúdos para servir de consulta depois, mas sempre é possível aprofundar os conhecimentos buscando outras fontes, como livros e sites confiáveis. Você pode apresentar ferramentas de busca, sites com conteúdo especializados e ajudá-lo a encontrar o que precisa. Com isso, os alunos enxergam com mais clareza o real objetivo do trabalho e ficam perto de conquistarem notas mais altas.

Oriente-os sobre o plágio

O famoso Ctrl C e Ctrl V tem consequências graves, por isso, é preciso orientar os filhos a respeito do plágio, explicando as diferenças entre citações e cópias e deixando as possíveis consequências e implicações completamente claras. Faça com que entendam que é preciso citar de onde veio a fonte da informação, pois o plágio não só é crime como não ajuda em nada no quesito aprendizado, além de poder ser facilmente detectado pelo professor.

Esclareça dúvidas, mas não faça o trabalho por eles

Durante a elaboração do trabalho, o aluno pode ter dúvidas, por exemplo, sobre conceito ou o modo de apresentar as informações. Seja qual for a questão, é importante ter em mente que é o estudante quem precisa aprender o conteúdo para a apresentação. Por isso, o papel dos pais é o de motivação, apoio e orientação, mas nunca se deve fazer o trabalho por eles por mais difícil que pareça. Além de ir contra o objetivo proposto, prejudica a capacidade deles de enfrentarem os obstáculos e descobrirem habilidades.

Mostre a importância da ortografia

Não só durante o preparo para a apresentação de um trabalho, mas também depois de sua conclusão, é preciso ter atenção à linguagem e à redação. Isso porque erros gramaticais, de concordância, ortografia e até de digitação acabam dificultando o entendimento do leitor. Para evitar problemas como esse, sugira a revisão do conteúdo até que ele esteja adequado. A última revisão pode, inclusive, ser feita em voz alta, ajudando, assim, a identificar erros com mais facilidade.

Apresente as vantagens da organização

Ao apresentar um trabalho, é preciso se preocupar com elementos além do próprio conteúdo. A forma com que ele é apresentado faz toda a diferença, desde a escolha da fonte, ao alinhamento das palavras, às cores e às imagens. O ideal é que o texto tenha uma padronização. Aliás, ninguém gosta de transformar as ideias concisas em um carnaval de informações.

Ajude-o a selecionar as informações e dividi-las

Depois de reunir tudo o que precisa, seu filho precisará de disciplina para compreender como dividir esse conteúdo. De forma geral, deve conter uma introdução, o desenvolvimento – que constará os argumentos e ideias – e a conclusão. Não se esqueça de incentivar que eles indiquem as fontes ao final do trabalho.

Valorize opiniões distintas

É importante que o aluno, os pais ou mesmo os amigos possam ler o trabalho depois de pronto. Afinal, um outro ponto de vista costuma ajudar bastante, permitindo a melhoria do conteúdo. Alguns detalhes podem ser percebidos por um olhar de fora e eles podem fazer uma grande diferença.

Ajude-o a lidar com o medo e a ansiedade

Você já teve aquele branco na hora de apresentar algo? Em momentos de estresse, isso é normal. A intimidação, vergonha e o medo de reprovação contribuem para esse efeito. Por isso, ajude-os nessa etapa, mostrando técnicas de respiração para ficarem mais calmos e lidarem com a pressão.

A importância do feedback

Concluída a tarefa, você pode incentivar que o aluno peça um retorno do professor para entender o que foi bom e os pontos a serem aprimorados. A nota que ele conseguir pode ser alta, mas o olhar de um profissional pode ajudar a apontar elementos para serem aperfeiçoados. Quando chegar à vida adulta, seu filho, possivelmente, lidará melhor com as opiniões dos outros e terá mais confiança em si mesmo.

Arquivado em: Educação