Dicas para enfrentar o medo de perguntar aos professores

MBA em Comunicação Corporativa (Anhembi Morumbi, 2009)
Graduada em Fonoaudiologia (PUC-SP, 2005)

O ambiente escolar é o lugar ideal para tirar dúvidas e aprender. Ainda assim, muitos estudantes sentem vergonha ou medo na hora de fazer perguntas aos professores e acabam indo para casa sem aprender todo o conteúdo. Quando isso se torna rotineiro, pode, inclusive, comprometer o aprendizado do estudante.

Se você tem medo de perguntar aos seus professores durante as aulas, confira essas dicas para enfrentar seus receios e passar a se sentir mais seguro para questionar e aprender!

Foto: PanyaStudio / Shutterstock.com

1. Acredite que toda dúvida é importante

Quando estamos aprendendo sobre algo novo, temos a tendência em menosprezar nossas próprias dúvidas, certos de que elas são “estúpidas” ou sem fundamento. No entanto, não existe dúvidas bobas. Se você ainda não entendeu determinado tópico, pergunte mais sobre ele.

Quando temos uma dúvida e deixamos de perguntar ao professor, acabamos prejudicando o nosso aprendizado, já que, a partir dali, estaremos tão focados na nossa dúvida que deixaremos de prestar atenção para as explicações seguintes.

Entenda: toda dúvida é válida! E a escola é o lugar mais indicado para sanar qualquer questionamento.

2. Ninguém está julgando você

Um dos principais medos de quem tem resistência a fazer perguntas para os professores nas salas de aula é o receio em relação ao julgamento dos colegas e até mesmo do professor.

Se esse é o seu caso, entenda que seus colegas também estão aprendendo e que as suas dúvidas podem, inclusive, ajudar outros estudantes. Além disso, o seu professor está ali para orientá-lo e, por isso mesmo, não julgará o seu processo de aprendizagem.

Não tenha medo do que os outros pensarão sobre você! No fim do dia, o que mais importará é o conhecimento que você adquiriu. Não vale a pena ir embora para casa cheio de dúvidas simplesmente por não querer se expor.

3. Entenda que perguntar é demonstrar interesse

Se você tem medo de ser julgado como um mau aluno por tirar suas dúvidas com o professor, entenda que fazer perguntas é, inclusive, uma mostra de interesse, inteligência e, sobretudo, dedicação!

Um bom aluno não é aquele que aprende todo o conteúdo instantaneamente, mas, sim, aquele que se esforça, tira dúvidas, questiona...

Ao fazer perguntas pertinentes, você estará contribuindo para o debate do que foi exposto, enriquecendo as aulas. Muitos alunos não sabem, mas os professores amam estudantes que fazem perguntas! Eles dinamizam as aulas e mostram interesse, o que é ótimo tanto para a turma quanto para o docente.

4. Faça questionamentos pertinentes

Na hora de fazer perguntas ao professor, avalie se elas são pertinentes. Alguns estudantes acabam fazendo perguntas simplesmente para atrapalhar as aulas. Não seja esse aluno!

A descontração é importante, mas a regra de que tudo tem a hora certa ainda é completamente verdadeira. Saiba quando fazer piadas e procure encarar as perguntas para seus professores com seriedade.

Pense: você gostaria que algum colega interrompesse as aulas para fazer uma pergunta impertinente, durante um assunto que você tem dificuldade? Com certeza, não. Pense nos outros colegas antes de investir em brincadeiras fora de hora.

5. Escolha o momento certo para perguntar

Às vezes, é difícil controlar a ansiedade e acabamos fazendo perguntas ao professor antes mesmo de o docente concluir a explicação. Nesses casos, vale a pena esperar um pouco e encontrar o momento ideal para questionar, evitando, dessa forma, prejudicar a exposição do professor e interromper o aprendizado de outros colegas.

Um costume que nunca sai de moda é o de levantar silenciosamente a mão, indicando para o professor que você quer fazer uma pergunta. Com esse simples cuidado, você garante que não irá atrapalhar a explicação do professor e não irá para a casa sem tirar suas dúvidas!

Arquivado em: Educação