Estudar enquanto se está doente

Então, você ficou doente e precisa estudar para aquela prova, e agora? Será que estudar doente funciona? Mas se não estudar agora, será que vai dar tempo?

Neste artigo vou responder se estudar doente realmente funciona e passar algumas estratégias que você pode usar para conseguir estudar sem se desesperar.

Vamos começar analisando a sua situação atual.

Foto: Aruta Images / Shutterstock.com

Estar doente atrapalha você a estudar?

A primeira coisa que precisa pensar é, a doença que tem hoje, atrapalha você a estudar?

Esta é uma pergunta simples para ajudar a definir se vale ou não a pena estudar, vamos ao exemplo. No meu tempo de faculdade devido a rotina corrida, algumas vezes eu tinha crises de enxaqueca, quem tem enxaqueca sabe que não tem o que fazer, é ficar deitado em um quarto escuro esperando passar. Se este for seu caso não tem outra forma a não ser esperar e descansar.

Porém, existem aquelas coisas como gripes ou inflações na garganta. Daí varia muito de pessoa para pessoa, tem algumas pessoas que mesmo com gripe conseguem manter o foco nos estudos, enquanto outros tem fortes dores de cabeça.

O que quero que pense inicialmente é não adianta forçar agora, avalie sinceramente se você pode ou não estudar agora de acordo com suas condições. Além disso, tem outro fator muito importante.

A importância do repouso para não agravar a situação

Existem casos de pessoas que não querem repousar e forçam a continuar estudando, neste caso você pode estar fazendo um grande mal para si mesmo e piorando ainda mais sua situação.

O que você prefere? Descansar e retornar logo a sua rotina ou forçar os estudos agora, piorar e ficar ainda mais tempo doente? Tenho certeza que quer ficar bem o quanto antes, e por isso é importante o repouso.

Entenda que tudo tem seu tempo certo, não adianta se desesperar agora para tentar estudar. Quando se está doente não é uma desculpa, é preciso realmente parar tudo.

Uma forma de ficar mais tranquilo é sempre ter um plano pós doença.

Um plano de estudo pós doença

Para evitar gerar ansiedade ou desespero de ficar sem fazer nada estabeleça um plano após se recuperar, um plano para recuperar o tempo que teve que ficar repousando.

Por exemplo, teve um caso de uma pessoa que atendi que estava se preparando para a FUVEST, estávamos com menos de um mês antes da prova e ela ficou doente.

Nesse caso, minha orientação foi para ela repousar aquela semana com tranquilidade que na semana seguinte iríamos fazer um reforço, dobrar as horas de estudo para adiantar a matéria e garantir a revisão de tudo. Simples assim.

A ideia por trás do plano é criar um sistema que tenha um começo e um fim para adiantar tudo e garantir o resultado. Entenda que este plano funciona não apenas para acalmar, mas também para garantir a aprendizagem e acelerar um pouco mais os conteúdos.

E quando eu fico doente em semana de prova?

Neste caso não tem muito o que fazer a não ser descansar. Forçar os estudos pode ser pior e fazer você ir muito mal na prova. O ideal sempre é procurar um especialista e dependendo do caso apresentar o atestado válido para fazer a prova em outro momento.

Mas se não for possível não se desespere. Você poderá recuperar esta nota posteriormente, mas que sirva como uma lição para você manter um sistema de estudo contínuo, com revisão e prática, pois quando há o hábito de estudo, a queda no resultado das provas é muito pequena.

Conclusão

Espero que os argumentos que apresentei aqui ajudem você a decidir se vale a pena ou não estudar doente. Perceba que não procurei trazer uma reposta pronta, mas fazê-lo avaliar sua situação, pois cada pessoa tem suas particularidades e sabe quais são seus limites.

Arquivado em: Educação