Túlio

O Túlio é um elemento químico que possui numero atômico 69 e símbolo atômico Tm, pertence à família dos lantanídeos, possui cor prateada e é um metal maleável podendo ser cortado a faca, possui boa ductilidade e é encontrado em minérios como monazita juntamente com outras terras raras e em areias de rios, sendo mais resistente a corrosão que a maioria dos metais.

Foi descoberto em 1879 por Per Teodor Cleve, quando este, ao tentar remover impurezas de outras terras raras, retirou todos os contaminadores da érbio (Er3, O3) e obteve duas substâncias sendo uma marrom e outra verde. A substancia marrom era óxido do elemento hólmio e o verde que era um óxido de substância desconhecida ele deu o nome de túlia sendo seu elemento túlio, que em romano significa uma terra mítica mais ao norte e habitada sendo talvez a Escandinávia.

O túlio tem pouca abundância no meio-ambiente terrestre por isso a sua utilização se tornou inviável pouco tempo depois de sua descoberta e inicio de utilização mesmo porque no inicio não se obtinha o túlio de forma 100% pura até o desenvolvimento de técnicas como a troca de íons e de metalotermica por volta dos anos 50. Era usado principalmente em aparelhos de raios-X e em produção de lasers.

O túlio provavelmente nunca terá um bom aproveitamento a preços razoáveis, pois sua abundancia é muito baixa na natureza, mas uma aplicação fora de seu preço é a de produção dos raios-X portáteis sendo útil em consultórios odontológicos e médicos.

O grupo das terras raras possui uma toxidade baixa em relação aos outros elementos.

Fontes:
http://nautilus.fis.uc.pt/st2.5/scenes-p/elem/e06940.html
http://www.tabela.oxigenio.com/lantanideos/elemento_quimico_tulio.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Túlio

Arquivado em: Elementos Químicos