Magnetron

A especificação de Magnetron trata-se de ser uma válvula eletrônica responsável pela geração de energia nos fornos de microondas.

Funcionamento do Magnetron

Sabendo que para toda válvula termoiônica é necessário iniciar o funcionamento do componente precisamos aquecer seu “cátodo”. Para isso, submete-se a uma tensão em média de 3 volts em seu filamento. No funcionamento em específico do catodo, notamos que ele ao ser aquecido, libera os elétrons que são atraídos pela placa através de uma alta tensão (0 V na placa e  4.000 V no catodo).

Notamos que entorno do magnetron existem dois imãs com o intuito de melhorar o desempenho e fazer com que os elétrons girem em alta velocidade em volta das pequenas cavidades da placa, que por sua vez trabalham como bobinas e capacitores em paralelo formando assim um circuito ressonante sintonizado em 2.450 MHz. Após todo esse processo juntamente com o movimento dos elétrons as ondas são induzidas nessas cavidades, ressonam e se somam até sair pela antena com grande intensidade (em torno de 900 Watts).

É sempre importante ficar atento e verificar antes de ligar o magnetron se ele está parafusado em seu local correto, pois de acordo com as explicações acima, entendemos que as ondas emitidas por ele são bem altas e perigosas podendo em contato com a pele, queimar ou até levar a um câncer.

Entendendo a parte física de um Magnetron

Veja a imagem abaixo:

Métodos para testar um Magnetron

Como dissemos mais acima, é importante sempre lembrar que nunca devemos mexer no magnetron quando o mesmo encontra-se energizado pois pode causar sérios problemas. Então para testá-lo sempre procure estar acompanhado de um profissional.

Um dos testes mais comuns que podemos fazer com o magnetron desligado: a continuidade do filamento e o curto entre o filamento e carcaça (defeito este mais comum que podemos encontrar neste teste), veja um exemplo na imagem à seguir:

Agora meça os dois terminais do filamento - o ponteiro deve ir até zero, se o ponteiro não mexer é por que o filamento está aberto (este é um defeito muito difícil de ser encontrado), em seguida abra a tampa traseira do magnetron e verifique se o fio do filamento não escapou do terminal, caso isso tenha acontecido basta soldá-lo novamente. Agora coloque uma ponta no filamento e a outra na carcaça, verifique novamente o ponteiro, o mesmo não deve se mexer, caso ele se mexa o magnetron está em curto e deve ser trocado.

Fontes:
http://fenix3.ufrj.br/60/teses/coppe_m/MoemaMartins.pdf
http://pt.wikipedia.org/wiki/Magnetron

Arquivado em: Eletrônica