Fort Knox

O Fort Knox é um posto do Exército dos Estados Unidos no estado de Kentucky, entre as cidades de Louisville e Elizabethtown. Ali encontram-se importantes unidades de treinamento e recrutamento do exército americano, além do Museu George S. Patton, construído como homenagem ao importante general da Segunda Guerra Mundial. Também está lá o famosíssimo Depósito de Ouro dos Estados Unidos, pelo qual o lugar é realmente conhecido como depósito de grande parte do ouro estocado pelo governo do país.

Fort Knox. Foto: US Army / via Wikimedia Commons

Fort Knox. Foto: US Army / via Wikimedia Commons

Fortificações foram construídas no local em 1861, durante a Guerra Civil, quando o Fort Duffield foi construído. Fort Duffield se localiza no que ficou conhecido como Muldraugh Hill, em um ponto estratégico com vista para a confluência dos rios Ohio e Salt, e da rodovia entre Nashville e Louisville . A área foi contestada, tanto pela União quanto pelas forças confederadas. Grupos de guerrilheiros organizados frequentemente invadiam a área durante a guerra. John Hunt Morgan, da 2 ª Cavalaria Kentucky para o Exército Confederado, invadiu a área, antes de participar da famosa invasão em Indiana e Ohio conhecida como o Ataque de Morgan.

Após a guerra, a área foi ocupada pelo Exército, sendo o lar de várias pequenas comunidades. Em outubro de 1903, foram realizadas manobras militares para o exército regular e os Guardas Nacionais de vários estados em West Point, Kentucky e na área circundante. Em 1918, as unidades de artilharia de campo de Camp Zachary Taylor chegaram para realizar treinamentos. Em 1918 o governo adquiriu terras indígenas, próximas da aldeia de Stithton, para iniciar a construção de um centro permanente de formação militar.

Em 1933, o presidente dos EUA, Franklin D. Roosevelt, emitiu a Ordem Executiva 6102, que proibiu a propriedade privada de moedas de ouro, barras de ouro e os certificados de ouro por cidadãos norte-americanos, forçando-os a vendê-los para o Federal Reserve (FED). Como resultado, o valor do ouro mantido pelo Federal Reserve aumentou de 4 bilhões de dólares para US$ 12 bilhões entre 1933 e 1937. Essa manobra deixou o governo federal com uma grande reserva de ouro e nenhum lugar para armazená-lo. Em 1936, o Departamento do Tesouro dos EUA começou a construção do United States Bullion Depository (Depósito de Ouro dos Estados Unidos) no Fort Knox, num terreno cedido pelos militares. O cofre principal foi concluído em dezembro de 1936, com o custo de US$ 560.000 (que custaria US$ 9.420.624 hoje). O cofre está localizado no que é agora a Bullion Boulevard, no cruzamento com a Gold Vault Road. O edifício foi listado no Registro Nacional de Lugares Históricos em 1988, em reconhecimento de sua importância na história econômica dos Estados Unidos e do seu status como um marco mundialmente conhecido.

Os primeiros carregamentos de ouro foram feitos no primeiro semestre de 1937. A maioria das reservas de ouro dos Estados Unidos foram enviados gradualmente para o cofre, de barras de ouro antigas a recém-feitas com as moedas de ouro que o governo havia comprado da população. Algumas moedas foram guardadas como registro histórico. Foram usados 500 vagões, enviados pelo correio, protegido pelo Serviço de Inspeção Postal dos EUA, além dos agentes de segurança do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o depósito guardou os documentos originais da Declaração de Independência dos EUA e da Constituição dos EUA. Além disso, ele também guardou reservas de ouro de países europeus e documentos importantes da história ocidental como, por exemplo, a Coroa de Santo Estêvão, parte integrante da das jóias da coroa da Hungria, que fora entregue aos soldados norte-americanos para evitar que caíssem nas mãos dos soviéticos. Durante a II Guerra Mundial e na Guerra Fria, até a invenção de analgésicos sintéticos, o cofre guardou fontes de morfina ​​e ópio, como uma medida cautelosa, caso o fornecimento americano fosse suspenso.

Em 2006, a quantidade total de de lingotes de ouro guardados em Fort Knox pesava 4570 toneladas (147,3 milhões de onças de ouro). O Depósito de Ouro dos Estados Unidos é considerado o "banco" mais protegido do mundo. Jamais foi assaltado. O depósito de ouro conquistou popularidade mundial na década de 1960, graças ao filme "007 - Contra Goldfinger", em que o depósito e seus cofres são alvo de um plano de destruição para desestabilizar a economia mundial.

Fontes:
http://www.knox.army.mil/
http://www.usmint.gov/about_the_mint/fun_facts/?action=fun_facts13
http://en.wikipedia.org/wiki/Fort_Knox

Arquivado em: Estados Unidos