Ambrótipo ou Melanótipo

O ambrótipo ou melanótipo é um processo fotográfico que consiste no uso de negativos de colódio úmido em um fundo negro para a produção do efeito visual de positivos.

Inventado pelo inglês Frederick Scott Archer, mesmo que desenvolveu o processo do colódio úmido - que consiste na utilização do colódio, uma composição de partes iguais de éter e álcool numa solução de nitrato de celulose, como substância fixadora do nitrato de prata fotossensível a uma base de vidro que serve como base do negativo. O processo do colódio úmido é feito todo com o negativo úmido, e a revelação da fotografia se dá assim que é tomada a imagem. – em parceria com Peter W. Fry  em 1851 e aperfeiçoado por James Ambrose Cutting algum tempo depois.

O Ambrótipo surgiu como uma opção mais barata que o daguerreótipo. A nomenclatura em geral era Ambrótipo, sendo denominado como Melanótipo eventualmente em alguns lugares da Europa.

Fontes:
http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=termos_texto&cd_verbete=72
http://www.moodle.ufba.br/mod/glossary/showentry.php?courseid=9965&concept=Ambr%C3%B3tipo
http://www.itaucultural.org.br/aplicExternas/enciclopedia_IC/index.cfm?fuseaction=termos_texto&cd_verbete=3883&cd_idioma=28555

Arquivado em: Fotografia