High Key

Você já pode ter visto uma foto e ter dito ou ouvido alguém dizer que “mesmo estourada, ficou bonita!” Na verdade, o excesso de luz na foto pode ter sido proposital, usando a técnica do High Key, ou seja, captar muita luminosidade em uma foto propositalmente para que nela se destaquem alguns detalhes e texturas essenciais, que só serão vistos por meio desta técnica.

High key. Foto: Paul Goyette from Chicago, USA ([1]) [CC-BY-SA-2.0], via Wikimedia Commons

High key. Foto: Paul Goyette from Chicago, USA ([1]) [CC-BY-SA-2.0], via Wikimedia Commons

Ainda pouco conhecida por alguns fotógrafos, esta técnica faz com que os pontos do histograma se concentrem do lado direito, ou seja, do lado onde ficam os pontos de luminosidade. Entre outras coisas, podemos dizer que é o extremo oposto da fotografia low key.

Falando de modo mais simples, High Key é uma grande quantidade de luz, tons claros, na foto, porém, não é excesso de iluminação e nem muito menos uma foto estourada, já que não é resultado da configuração inadequada da exposição, pois se fosse, então seria simplesmente um erro de exposição. O High Key é o resultado da captura de uma cena clara, com assunto claro e bem iluminado, e com pouco contraste, tudo isso planejado e controlado pelo fotógrafo. A quantidade de luz captada, é exatamente a quantidade de luz esperada pelo fotógrafo, e o efeito produzido foi pensado e executado.

Com certeza, para utilizar esta técnica, são necessários alguns cuidados, especialmente com a temperatura da cor, para que a foto não fique demasiadamente azul ou amarela por exemplo.

Dicas para fazer uma fotografia em estilo High Key

  • Procure utilizar um fundo claro, preferencialmente branco, isso irá facilitar a obtenção do resultado esperado.
  • Evite as sombras, mas se for utilizá-las procure as mais esmaecidas, menos duras.
  • Faça o contraste usando pequenos detalhes da imagem, como olhos, roupas, algumas cores ou objetos, preferencialmente em cores claras.
  • Abuse da luz natural, e se preciso utilize também o flash para deixar a cena bem iluminada.
  • A intenção não é estourar a foto, então deve-se tomar o devido cuidado para não cometer este erro.

Resumindo: para se criar uma foto High Key é necessário abusar da iluminação e da suavidade dos contornos e do branco. Geralmente, as fotos em High Key transmitem uma ideia de tranquilidade, suavidade e esperança, exatamente o oposto das fotos em Low Key.

Para se conseguir um bom efeito em High Key são necessárias além das luzes atrás da câmera, mais iluminação em todos os outros lados, além, é claro, do uso de rebatedores. Para que a foto não estoure e as sombras não fiquem muito destacadas, o segredo é utilizar luz suave. A luz pode ser suavizada por meio de tecidos, papeis ou difusores.

Quanto à configuração da câmera, deixe o diafragma aberto ao máximo, utilize um tripé e aumente o tempo de exposição, assim você maximizará os efeitos que já serão criados pelo uso da iluminação em si.

Normalmente o efeito High Key é criado no momento da fotografia e não na edição, pois vai depender bastante da produção e da iluminação utilizadas.

Fontes:
http://ellenfazevedo.blogspot.com.br/2009/09/o-que-e-high-key.html
http://www.tecmundo.com.br/como-fazer/28899-fotografia-aprenda-a-utilizar-as-tecnicas-low-key-e-high-key.htm
http://www.dicasdefotografia.com.br/o-que-e-fotografia-highkey
Foto: Paul Goyette from Chicago, USA ([1]) [CC-BY-SA-2.0], via Wikimedia Commons

Arquivado em: Fotografia