Herança Poligênica

Herança poligênica ocorre quando vários pares de genes interagem para determinar uma característica, cada um com efeito aditivo sobre o outro. Graças a esse tipo de interação existe uma variedade muito grande de fenótipos e genótipos para algumas características. A interação desses fenótipos com o meio ambiente aumenta ainda mais essa variação, como é o caso da cor da pele e altura das pessoas, etc.

O número de genes dominantes contribui para a determinação da pigmentação da pele. Acredita-se que 5 pares de alelos interagem para determinar a cor da pele em seres humanos, que são agrupados em várias classes fenotípicas.

Quando falamos de herança quantitativa ou poligênica, o número de fenótipos será sempre o número de alelos + 1, por exemplo:
Se uma característica é determinada pelos alelos A/a, B/b, que possuem efeitos aditivos sobre os outros, teremos 5 fenótipos.

As variedades da cor vermelha da semente do trigo é um exemplo de herança poligênica.

Genótipo Quantidade de alelos dominantes Fenótipo
AABB 4 Vermelho-escuro
AABb ou AaBB 3 Vermelho-médio
AaBb, AAbb, aaBB 2 Vermelho
Aabb, aaBb 1 Vermelho-claro
aabb 0 Branco

Em humanos podemos exemplificar a classificação da cor da pele da seguinte forma:

Genótipo Quantidade de alelos dominantes Fenótipo
AABBCC 6 Negro
5
4
3 Intermediário
2
1
aabbcc 0 Branco

Quanto mais genes interagindo, maior a quantidade de combinações.

Fontes
Amabis, José Mariano. Biologia. Volume 3. Editora Moderna.