Capitais do Chile

O Chile está dividido em 16 regiões, 57 províncias e 346 comunas (equivalente a cidades). Os dados da população estão de acordo com a última divulgação do Censo no país, em 2017.

Capitais chilenas

Mapa do Chile e suas capitais. Ilustração: Volina / Shutterstock.com

Arica – comuna e capital da região de Arica e Parinacota; província de Arica. Sua área territorial é de 4.799 km², com população de 229.689 habitantes. Uma das versões sobre o surgimento da palavra Arica vem de Ari (Rocha) e Iqui (Lugar de dormir), que significa Rocha Dormida. Ela é uma cidade portuária, conhecida também como “Cidade da Eterna Primavera” por possuir diversos jardins.

Os principais pontos turísticos são o Morro de Arica, El Lacho Beach (praia) e Cuevas de Anzota (reserva natural).

Iquique – é a comuna da província de Iquique, localizada na região Taparacá. Sua área territorial é de 2.242 km², com população de 196.562 habitantes. O nome da cidade é um termo aymara que significa sonho.

Entre as atrações turísticas destacam-se a Playa Cavancha (praia), Corbeta Esmeralda Museum (museu), Clock Tower (torre do relógio), Dreams Iquique (cassino e pôquer), entre outros.

Antofagasta – é a capital da província de Antofagasta; e capital da região Antofagasta. Sua área territorial é de 30.718 km², com população de 388.545 habitantes. Existem diversas teorias sobre o nome Antofagasta, uma delas diz que provém de Kakán (Anto - que siginifica grande), Faya (que significa salgar) e Gasta (que significa povo), sendo assim, “Povo do Salgar Grande”. É uma cidade portuária e capital regional de uma zona mineira no deserto do Atacama, no norte do Chile. Muito conhecida pela produção de cobre.

As principais atrações local são Huanchacha Ruins Museum (museu e ruína no deserto), Mano del Desierto (monumento e arte no deserto), La Portada (monumento localizado no mar), entre outros.

Copiapó – é uma comuna da província de Capiapó, localizada na região de Atacama. Sua área territorial é de 16.681 km², com população de 175.162 habitantes.

A cidade reúne diversas atrações turísticas, entre elas, Ojos de Salado (vulcão e montanha no deserto, com atividades de escalada e alpinismo), Regional Museum of Atacama (museu), Parque Kaukare, Puente Viñita Azul, Paso de San Fracisco (vulcão e fonte termal), entre outros.

La Serena – é a comuna da província de Elqui, localizada na região de Coquimbo. Sua área territorial é de 1.892,8 km², com população de 205.635 habitantes. O nome La Serena vem de Villanueva de la Serena, quando a cidade foi fundada por Juan Bohon em 1.543.

Entre as atrações turísticas estão a La Recova (mercado e artesanato), Faro Monumental (farol, monumento e arquitetura), Japonés Jardin del Corazón Park (parque e jardim), Enjoy Coquimbo (cassino) e Playa El Faro (praia).

Valparaíso – é comuna da província de Valparaíso, localizada na região Valparaíso. Ela também é a sede do Poder Legislativo da República do Chile. Sua área territorial é de 401,6 km², com população de 132.982 habitantes. A área histórica de Valparaíso foi declarada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em 2.003.

Uma das versões da origem do nome Valparaíso vem do soldado Juan Bautista Pastene, que teria chamado o lugar de Val Paraíso, ou seja Vale Paraíso.

Os principais pontos turísticos são a Quinta Vergara (anfiteatro, parque, concerto, jardim e música), La Sebastiana (museu-casa), Viña del Mar Botanical Garden (jardim), Paseo Gervasoni (passeio), entre outros.

Santiago – é capital e maior cidade do Chile, localizada na região Metropolitana de Santiago. Está situada no vale central chileno, ao lado da Cordilheira dos Andes. Sua área territorial é de 641 km², com população de 5,614 milhões de habitantes. Santiago foi fundada em fevereiro de 1.541 pelo espanhol Pedro de Valdívia, com o nome Santiago de Nueva Extremadura (em homenagem ao apóstolo Santiago, santo patrono da Espanha).

A cidade reúne atrações como Plaza de Armas (história, monumento e arquitetura), Cerro Santa Lucia (monumento e jardim), Palácio de La Moneda, Mercado Central, Museu Nacional de Belas Artes, entre outros.

Rancagua – é uma comuna da província de Cachapoal, localizada na região de O’Higgins. Sua área territorial é de 260,3 km², com população de 225.563 habitantes. Existem muitas explicações sobre o surgimento do nome Rancagua, entre elas, de uma planta na qual sua flor chamada Ranca era abundante no vale, portanto, Rancagua ou Rankawa (no vocabulário indígena que ali habitava) significaria “Lugar das Rancas”.

Os principais pontos turísticos são Parque Safari (zoológico), Plaza de Los Héroes (história), Parque Cataluña, Iglesia de San Francisco, entre outros.

Talca – é uma comuna da província de Talca, localizada na região de Maule. Sua área territorial é de 231,5 km², com população de 203.873 habitantes.

As atrações turísticas destacam-se a Plaza de Armas de Talca, Botanical Garden University of Talca (jardim), Iglesia Corazon de Maria, Club del Arbol Talca (parque), entre outros.

Chillán – é uma comuna da província de Diguillín, localizada na região de Ñuble. Sua área territorial é de 511,2 km², com população de 18,73 milhões de habitantes. Na língua mapudungun Chillán significa “Cadeira do Sol”. O nome foi dado por Martín Ruiz de Gamboa que batizou a cidade como San Bartolomé de Chillán, em 1.580.

Os principais pontos turísticos são Chillán Market (artesanato e compras), Casino Marina del Sol, Museo Claudio Arrau, Iglesia Los Carmelitas, entre outros.

Concepción – é uma comuna da província de Aconcepción, localizada na região de Biobío. Sua área territorial é de 221,6 km², com população de 220.746 habitantes.

Os lugares turísticos que destacam-se são o Parque Ecuador, Cerro Caracol (caminhada e anfiteatro), Plaza Acevedo, Parque Museo Pedro del Río Zañartu, entre outros.

Temuco – é uma comuna da província de Cautín e capital da região de Araucanía. Sua área territorial é de 464 km², com população de 221.375 habitantes.

Entre as atrações turísticas estão o Museo Ferroviário, Cerro Ñielol (parque), Casino Dreams Temuco, Parroquia Perpetuo Socorro, entre outros.

Valdivia – é uma comuna da província de Valdivia, localizada na região de Los Rios. Sua área territorial é de 1.016 km², com população de 143.207 habitantes. Uma das explicações da origem do nome, provém do conquistador espanhol do Chile chamado Pedro de Valdivia.

As atrações da cidade são a Teja Island (ilha), Museo Naval submarino, Parque Urbano El Bosque, Jardin Botanico UACh, Verguenza Mundial (ponte) entre outros.

Puerto Montt - é uma comuna de Puerto Montt, capital da província de Llanquihue, localizada na região de Los Lagos. Sua área territorial é de 1.673 km², com população de 213.219 habitantes. O nome é uma homenagem ao mandatário Manuel Montt Torres.

As principais atrações turísticas do local são Reloncaví Estuary (estuário, atividade com caiaque e vulcão), Escultura Sentados Frente al Mar, Angelmó (artesanato e produtos do mar), entre outros.

Coyhaique – é uma comuna da província de Coyhaique, localizada na região Aisén. Sua área territorial é de 7.209,2 km², com população de 57.818 habitantes. Coyhaique provém da língua tehuelche koi (lagoa) e kaikek (cabana), que significa cabanas junto à lagoa.

As principais atrações da cidade são a Reserva Nacional Coyhaique (reserva florestal e atividade ao ar livre), Cerro Castillo (caminhada, geleira), Plaza de Armas, entre outros.

Punta Arenas – é capital da região Magallanes y Antártica Chilena, localizada na Península Brunswick. Sua área territorial é de 17.846 km², com população de 124.169 habitantes. Punta Arenas provém da tradução da palavra catellhana Sandy Point, que significa Ponta Areias, chamado pelos marinheiros ingleses.

As principais atrações turísticas da cidade são a Ilha Magdalena (reserva de pinguins), Museo Nao Victoria, Cabo Froward (farol), entre outros.

Arquivado em: Chile, Sem Categoria