Lapônia

É chamada de Lapônia uma vasta região do norte da Europa, localizada na sua maior parte dentro do Círculo Ártico. Politicamente, a área está dividida entre Finlândia, Suécia, Noruega e Rússia: a área Finlandesa recebe o nome de Lappi, e é uma das vinte regiões no qual está dividido o país administrativamente. A maior cidade da Lapônia finlandesa é Rovaniemi; já do lado sueco, a Lapônia (Lappland) é equivalente a um quarto da área total da Suécia, e tem como principal cidade Kiruna. Na Noruega, as províncias de Finnmark e Troms e parte de Nordland, além da península de Kola, na Rússia são também consideradas partes da Lapônia.

Os pontos mais altos estão localizados na Noruega e Suécia, sendo que na área de Kebnekaise, na Suécia, se atinge os 2.123 m de altitude. A partir da Lapônia finlandesa, o terreno é mais plano, e prevalece a tundra, com algumas florestas ao sul e muitos lagos e rios. Com uma vegetação geralmente escassa, o clima predominante é o ártico. A despeito da pobre vegetação, a área é rica em recursos minerais, destacando-se o minério de ferro (Suécia), cobre (Noruega), níquel e apatite (Rússia). Outras importantes fontes de recurso são a caça de veado, o turismo e a pesca, fomentada por excelentes portos, destacando-se os de Murmansk, na Rússia, Kirkenes e Narvik na Noruega.

A população indígena, os lapões ou sami, possuem o seu próprio idioma, de mesmo nome, e de origem fino-húngara, dividido em três grandes dialetos regionais. Os sami constituem o único povo indígena da Escandinávia e são reconhecidos sob as convenções internacionais dos povos indígenas. Sua população atual é de cerca de 80 mil, sendo que 50 mil vivem na Noruega.

Pouco se sabe da história inicial dos sami. O que se sabe ao certo, é que este povo forma um grupo à parte, que comprovadamente não possui semelhança genética alguma com qualquer outro povo. Acredita-se que eles migraram da Ásia Central e foram deslocados para o extremo norte da Europa, pressionados pelas migrações dos finlandeses, godos, e eslavos. Seu atual idioma provavelmente se desenvolveu por volta do ano 1000, influenciado pelos seus vizinhos. Embora dominados pelos suecos e noruegueses na Idade Média, os lapões resistiram durante um bom tempo à cristianização, que acabou por se instalar entre os lapões apenas por volta do século XVIII, por obra de missionários russos e escandinavos. Atualmente, os lapões possuem representação política própria, com parlamentos na Noruega, Suécia e Finlândia, o que dá auto grau de autonomia a este povo nos três países.

Bibliografia:
Lapland (em inglês) Disponível em: http://education.yahoo.com/reference/encyclopedia/entry/Lapland. Acesso em: 01 nov. 2012.

Arquivado em: Europa