Campo de petróleo

Especialista (MBA) em Gestão da Qualidade Total (UFF, 2013)
Graduada em Química, Tecnóloga (Unigranrio, 2011)
Graduada em Ciências Biológicas (Unigranrio, 2006)

Os campos de petróleo são áreas que correspondem a parte superior das jazidas de óleo bruto ou gás natural. Um campo de petróleo pode se expandir em grandes trechos de terra ou mar, uma vez que os reservatórios são encontrados em extensas áreas abaixo da superfície da terra. Outrossim, pode-se perfurar vários poços em um mesmo campo de petróleo.

As principais reservas de petróleo do mundo se encontram na Venezuela, Arábia Saudita, Canadá, Irã, Iraque, Rússia, Kuwait, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos e Líbia. Todos os países pertencentes à OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo). Os maiores campos de petróleo do mundo são o de Ghawar, na Arábia Saudita e o Burgan Field, no Kuwait. Contudo, existem mais de 40 mil campos petrolíferos espalhados pelo mundo em terra ou no mar.

No Brasil as maiores reservas de óleo bruto se encontram em campos marítimos e em profundidades cada vez maiores, e principalmente, as reservas do pré-sal que se apresentam promissoras. Em 2021 o país espera alcançar uma produção total de óleo e gás (nacional e internacional) de 3,41 milhões de boed (barris de óleo equivalente por dia).

Ao longo da sua existência produtiva um campo pode produzir óleo, água e gás. Um planejamento estruturado deve ser realizado antes do início da sua exploração. O dimensionamento adequado da capacidade de produção de um campo depende das referências geológicas, do reservatório, da viscosidade dos fluidos utilizados, bem como dos custos dos equipamentos.

Na exploração de um campo é necessária toda a infraestrutura para que seja realizada as atividades na região. Os poços carecem de grandes investimentos para a perfuração, complementação, sistemas de coleta, bem como todos os equipamentos necessários para a extração dos hidrocarbonetos.

Os métodos de cálculo da estimativa da reserva de um campo podem ser por analogia, análise de risco, volumétrico, performance do reservatório, entre outros. O método por analogia e análise de risco são efetuados quando ainda não foram realizadas as perfurações. A diferença entre os métodos consiste apenas que por analogia considera o tratamento estatístico de dados. O método volumétrico é calculado a partir do volume da rocha reservatório, porosidade e saturação dos fluidos, e a performance do reservatório avaliada de acordo com o seu comportamento anterior.

A classificação de um campo de petróleo pode ser definida pelo sistema SPE/WPC/AAPG. Esse sistema foi criado no ano 2000 pelas maiores organizações da área a SPE (Societ Petroleum Engineers), WPC (World Petroleum Congress) e AAPG (American Association of Petroleum Geoligists). De acordo com especialistas o diagrama SPE/WPC/AAPG (PDF) considera a maturidade do projeto, as incertezas e os riscos.

A exploração do petróleo tem se evidenciado como uma das práticas mais rentáveis do mundo e a descoberta de um campo de petróleo é um recurso significativo para a economia de um país. Dessa forma, o crescimento em Pesquisa e Desenvolvimento no setor tem contribuído para a descoberta de novas reservas. Contudo, nem todos os países ricos em petróleo conseguem repassar recursos para a população, que muitas vezes padecem em meios à conflitos alimentados pela sua disputa.

Fontes:

https://www.petropedia.com/definition/2703/oilfield

http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/265846/1/Ribeiro_Jonatas_M.pdf

http://www.e-konomista.pt/artigo/paises-com-maiores-reservas-de-petroleo/

http://www.portalabpg.org.br/PDPetro/3/trabalhos/IBP0664_05.pdf

http://www2.dbd.puc-rio.br/pergamum/tesesabertas/0116493_03_cap_03.pdf

Arquivado em: Economia, Geologia