Princípio de Stevin

Doutorado em Física (UFJF, 2019)
Mestrado em Física (UFJF, 2015)
Graduado em Bacharelado em Física (UFJF, 2015)
Graduado em Licenciatura em Física (UFJF, 2013)

O princípio de Stevin é um dos três princípios que formam a base teórica da Hidrostática. A Hidrostática é a área da física dedicada ao estudo de fluídos que se encontram em equilíbrio estático ou dinâmico. Nesses casos o fluído permanece em repouso (livre de forças atuantes) ou em movimento retilíneo uniforme (força resultante nula).

Considere um líquido de densidade D em equilíbrio dentro de um recipiente qualquer de área da base S. Se A e B são pontos quaisquer contidos dentro do líquido, e h é a diferença de altura entre tais pontos (esta situação é representada pela Figura 1). As pressões hidrostáticas nos pontos A e B são dadas por:

Figura 1: Líquido dentro de um recipiente qualquer sob a ação da aceleração da gravidade (g) .

A diferença entre as pressões é dada por:

Em palavras, o princípio de Stevin diz que pontos situados em um mesmo nível dentro de um líquido em equilíbrio estático suportam a mesma pressão, ou seja:

Finalmente é preciso considerar a pressão atmosférica da coluna de ar sobre o líquido dentro do recipiente, afinal, o ar atmosférico também é considerado como um fluido. Logo, a pressão em um ponto situado a uma profundidade h no interior de um líquido em equilíbrio estático (esta situação é representada pela Figura 2) é dada por:

Figura 2: Pressão em um ponto situado a uma profundidade h no interior de um líquido em equilíbrio estático.

Essa pressão é chamada de pressão absoluta.

O princípio de Stevin apresenta como principal aplicação os denominados vasos comunicantes.

Referências:

BONJORNO, José Roberto; BONJORNO, Regina Azenha; BONJORNO, Valter; CLINTON, Márcico Ramos. Física História & Cotidiano. São Paulo: Editora FTD, 2004, volume único.

HEWITT, Paul G. Física Conceitual. Porto Alegre: Editora: Bookman, 2011, 11ª. ed. v. único.

Arquivado em: Hidrostática