Convenção Republicana de Itu

A Convenção Republicana de Itu foi a primeira convenção brasileira de carácter republicano, que foi realizada no período de 18 de abril de 1873 na cidade paulista de Itu e na casa do deputado Prudente de Morais, onde se reuniram representantes republicanos, representantes conservadores e representantes liberais de várias cidades paulistas.

Nessa convenção foi aprovado a criação de uma assembleia de representantes republicanos que se reuniria em São Paulo com uma certa frequência. Dessa convenção participaram 133 convencionais, sendo 78 cafeicultores e 55 de outras profissões, que iriam representar todos os republicanos de várias cidades paulistas.

A assembleia era presidida pelo agricultor Indaiatubense (nascido em Indaiatuba) João Tibiriçá Piratininga e suas deliberações conclamaram os espíritos para a campanha liberal, o que resultaria com a implantação do regime republicano federativo. Dali então, surgia o primeiro partido republicano que era verdadeiramente organizado e que logo após se aliaria aos futuros partidos republicanos fluminense e mineiro, assim como os militares e à igreja católica, o que resultaria na Proclamação da Republica do Brasil em 1889.

Essa convenção teve alguns membros ilustres como: Américo Brasiliense de Almeida Melo, que foi o terceiro governador de São Paulo; Bernardino José de Campos Junior, que foi o segundo e o sexto presidente do Estado de São Paulo; Américo de Campos, que foi um advogado, politico e diplomata brasileiro; Gustavo de Oliveira Godoy, que foi eleito duas vezes presidente do Senado do Estado de São Paulo; Francisco Rangel Pestana, que foi deputado da província de São Paulo; Manuel Ferraz de Campos Sales, que foi vereador, deputado provincial e federal; Cesário Mota Júnior, foi deputado provincial; José Vasconcelos de Almeida Prado, Antônio Francisco de Paula Sousa, foi eleito deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa; Francisco Glicério de Cerqueira Leite, foi ministro interino dos Negócios da Justiça, ministro da Agricultura, deputado Federal e Senador; Manuel de Morais Barros, José Luís Fláquer, Francisco de Paula Cruz, Inácio Mesquita, Francisco da Fonseca Pacheco, Antônio Carlos da Silva Teles, Gabriel de Toledo Piza, que foi deputado provincial de São Paulo; e Almeida, Jorge Ludgero de Cerqueira Miranda e Francisco Xavier de Almeida Pires, entre outros.

Hoje em dia podemos estar em contato, e voltar no nesse período através do Museu Republicano de Itu. Esse museu é especializado no período da Republica Velha, e fica localizado em um sobrado na cidade paulista de Itu, onde se reuniram em 1873 os partidários responsáveis pela derrubada do regime monárquico Brasileiro. Tal espaço foi inaugurado em 19 de abril de 1923 pelo até então presidente do Estado de São Paulo, Washington Luis Pereira de Souza e desde então é uma unidade auxiliar pertencente ao Museu Paulista da Universidade de São Paulo, a USP.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Convenção_de_Itu
http://pt.wikipedia.org/wiki/Museu_Republicano_de_Itu

Arquivado em: Brasil Imperial