Londres

Londres é uma das maiores metrópoles do planeta, capital da Inglaterra e da Grã-Bretanha, localizada às margens do Rio Tâmisa. Esta cidade abriga hoje mais de 7 milhões de pessoas. Um dos mais importantes núcleos financeiros mundiais, ela integra com destaque o circuito político, cultural, artístico e fashion do globo.

Cidade de Londres, Inglaterra. Foto: QQ7 / Shutterstock.com

Ela nasceu como Londinium, edificada pelo império romano na margem norte do Tâmisa, em 43 d.C. Não há vestígios anteriores de uma localidade povoada pelos celtas. Este recanto foi construído perto da Ponte de Londres, criada pelos romanos para que fosse possível a travessia do rio. O domínio de Roma perdurou inabalável até a chegada da tribo celta dos icenas, sob o comando da rainha Boadiceia. Os danos causados à cidade exigiram que ela fosse reedificada, o que impulsionou seu progresso. Ela chegou a atingir o status de capital da província Romana Britânica no século II.

A queda de Roma levou à redução dos residentes da cidade, dando espaço para o aparecimento de um núcleo anglo-saxão intitulado Lundenwic, a mais ou menos 1 km da antiga Londinium, onde hoje está localizado o Covent Garden. Em 851, com a chegada dos vikings, a cidade foi devastada. Depois de atravessar a era medieval, a era dos Tudors (1485-1603), e o período dos Stuarts (1603-1714), emerge a Londres moderna.

Embora houvesse um reduzido índice de fertilidade entre as mulheres inglesas, em 1700 o nível populacional londrino atingia 700.000 habitantes, principalmente por conta da elevada onda imigratória que alcançou então este território, a qual consistia principalmente de judeus Sepharditas e Ashkenazim da Polônia e da Alemanha, e de negros. No início do século XIX esta cidade já era computada como uma das maiores do Planeta. Ela era habitada principalmente por integrantes do sexo feminino e por jovens.

Atualmente ela é composta de um grande centro financeiro, a City; na zona oeste da cidade estão situados os parques e os conjuntos residenciais; o setor leste abriga as indústrias e recebeu há pouco tempo várias melhorias às margens do Tâmisa. Principal porto britânico, Londres é também um pólo receptor das novidades culturais e religiosas transmitidas por todas as partes do globo. Ela recebe turistas de todas as localidades, interessados em conhecer o Parlamento, a Tower Bridge, o Palácio de Buckingham, o Museu Britânico, entre tantos outros pontos turísticos.

Desde 1945, depois de ser seriamente bombardeada pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, o desenvolvimento da área metropolitana sofreu uma desaceleração, pois várias cidades foram criadas ao redor de Londres. Mas ela continua abrigando os mais ricos museus, salas de espetáculos e feiras culturais significativas.

Na década de 60 Londres se converteu no principal núcleo da moda e da vida cultural. Nos anos 80 ela passou por um marcante desenvolvimento econômico, resgatando seu status de centro financeiro internacional. Depois de ser submetida a incessantes investidas terroristas provocadas pelo IRA – Exército Republicano Irlandês -, suspensas em 1997, ela foi alvo de radicais islamitas no dia 7 de julho de 2005, que deixaram mais de 50 mortos e centenas de feridos.

Fontes
http://pt.wikipedia.org/wiki/Londres
Dicionário Enciclopédico Ilustrado Larousse – 2007 – Editora Larousse do Brasil.

Arquivado em: Inglaterra