Onomatopeia

Mestre em Linguística, Letras e Artes (UERJ, 2014)
Graduada em Letras - Literatura e Língua Portuguesa (UFBA, 2007)

A onomatopeia é a figura de som que utiliza os fonemas organizados em uma sequência sonora para conferir o significado do objeto, animal ou fenômeno que os fonemas podem representar, ou seja, é o emprego do fonema em um vocábulo para descrever acusticamente um objeto ou ser pela ação que exprime.

Em outra compreensão, as onomatopeias são palavras que imitam, isto é, palavras que reproduzem aproximadamente os sons ou ruídos emitidos pelo ser eu se quer representar na fala. Como por exemplo:

O tique-taque não deixava o escritor se concentrar em sua imaginação, o som ecoava em sua mente dizendo-lhe que o tempo passava.

Em músicas, esse recurso contribui para uma composição harmoniosa pelo efeito melopéico, sendo muito utilizado em linguagens voltadas para o público infantil. Como exemplo à seguir da música A galinha Pintadinha:

Pó pó pó pó pó... (repete o som emitido pelo animal diversas vezes)

A Galinha Pintadinha / e o Galo Carijó / a galinha usa saia / e o galo paletó

A galinha ficou doente / e o galo nem ligou / e os pintinhos foram correndo

pra chamar o seu doutor / doutor era o peru (glu-glu) / a enfermeira era um urubu (uh-uh) / e a agulha da injeção era a pena do pavão.

Arquivado em: Linguística, Português