A Cartomante

Escrito por Machado de Assis no ano de 1884, o conto A Cartomante teve sua publicação original na Gazeta de Notícias do Rio de Janeiro, jornal que circulou a partir de 1875. Porém, pode ser encontrado nos livros “Várias Histórias” e em “Contos – Uma Antologia”.

O enredo apresenta o casal Rita e Vilela, que é advogado. Ele reencontra Camilo, um de seus amigos de infância, que contrata seus serviços para tratar dos processos judiciais que envolvem a morte de sua mãe. Porém, Rita envolve-se com Camilo e é criado um triângulo amoroso na história.

Misteriosamente, alguém começa a enviar cartas sem identificação para Camilo. Nos bilhetes, alguém o chama de adúltero, o que faz com que Camilo comece a ficar mais cauteloso em relação à Rita. Esta, por sua vez, em dúvidas sobre o amor de Camilo, começa a visitar uma cartomante. Após algum tempo, Vilela envia uma carta para Camilo, em que chama o amigo para ir com urgência até a sua casa, mas não explica o motivo do convite. Preocupado, Camilo indaga a cartomante, que lhe faz uma revelação que pode mudar sua vida.

O tempo em que o conto ocorre é o ano de 1869 e o local é o Rio de Janeiro. O escritor ainda cita locais como a Rua da Guarda Velha e a Rua dos Barbonos.

Neste trecho do conto, o escritor mostra como era o relacionamento entre Rita e Camilo:

“Separaram-se contentes, ele ainda mais que ela. Rita estava certa de ser amada; Camilo, não só o estava, mas via-a estremecer e arriscar-se por ele, correr às cartomantes, e, por mais que a repreendesse, não podia deixar de sentir-se lisonjeado. A casa do encontro era na antiga rua dos Barbonos, onde morava uma comprovinciana de Rita”.

Narrando-o em terceira pessoa, neste conto, Machado de Assis caracteriza os personagens da seguinte forma: Camilo, rapaz de 26 anos, é descrito como inexperiente e sem intuição. Ele trabalha como funcionário público. Já Rita, é apresentada como uma mulher de 30 anos, curiosa, graciosa, tonta e de gestos vivos. Vilela, o marido, é um homem de 29 anos, advogado, que, apesar da idade, aparenta ser mais velho do que Rita. A cartomante é uma mulher de grandes olhos, na casa dos 40 anos, italiana e magra.

O desfecho do conto é bastante pessimista. Em seus primeiros encontros com Rita e, até mesmo, depois da carta que recebe de Vilela, Camilo crê piamente que o marido não desconfia do romance dos dois. Então, vai até a casa de Vilela. Quando chega, encontra Rita morta e é eliminado por um tiro dado por seu amigo de infância.

Fontes:
ASSIS, Machado de. Contos: uma antologia. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
http://www.slideshare.net/analumiar/anlise-a-cartomante
http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Cartomante
http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/1531088

Arquivado em: Contos