Poemas Completos

Poemas Completos é a Antologia poética de Alberto Caeiro, heterônimo de Fernando Pessoa, e reúne todos os poemas do autor, os quais foram publicados em “O Guardador de Rebanhos”, “O Pastor Amoroso” e “Poemas inconjuntos”.

Fernando Pessoa admitiu algumas vezes que Alberto Caeiro havia sido um de seus heterônimos que mais gostava e admirava. O heterônimo surgiu em uma carta de Fernando Pessoa para o escritor Mário de Sá-Carneiro. Pessoa escreveu o poema e disse ser de um amigo, mas depois acaba revelando a verdade:

“Quis inventar um poeta bucólico, de espécie complicada, e apresentar-lho, já me não lembro como, em qualquer espécie de realidade. Levei uns dias a elaborar o poeta mas nada consegui. Num dia em que finalmente desistira — foi em 8 de Março de 1914 — aproximei-me de uma cómoda alta, e, tomando um papel, comecei a escrever, de pé, como escrevo sempre que posso. E escrevi trinta e tantos poemas a fio, numa espécie de êxtase cuja natureza não conseguirei definir. Foi o dia mais triunfal da minha vida, e nunca poderei ter outro assim. Abri com um título, “O Guardador de Rebanhos”. E o que se seguiu foi o aparecimento de alguém em mim, a quem dei desde logo o nome de Alberto Caeiro.”

Fernando Pessoa criou para este heterônimo uma biografia: nascera em Lisboa, no ano de 1889, e haveria morrido em 1915, tendo vivido a sua vida toda no campo com uma tia-avó idosa, já que era órfão de pais desde criança. Caeiro seria louro, de olhos azuis, e tinha apenas os estudos primários.

Alberto Caeiro apresenta-se como um “guardador de rebanhos” que escreve poesias sobre a natureza, importando-se somente com a realidade e rejeitando os pensamentos filosóficos, pois afirma que “pensar é estar doente dos olhos”.

Fernando Pessoa o considerava o maior de seus heterônimos, e o chamava de “Mestre Ingênuo”.

Os poemas de Caeiro contrapõem-se nos três livros em que são divididos, tendo cada um uma abordagem temática e um estilo. Esta mudança ocorre devido a uma paixão que o poeta vive, sentimento que demonstra em “Pastor Amoroso” e que muda sua forma de pensar, fazendo com que não seja mais o mesmo.

A obra traz um prefácio escrito por Ricardo Reis, um outro heterônimo de Fernando Pessoa.

Fontes:
http://vestibular.uol.com.br/ultnot/livrosresumos/ult2755u36.jhtm
http://www.passeiweb.com/na_ponta_lingua/livros/resumos_comentarios/p/poemas_completos_alberto_caeiro/
http://www.algosobre.com.br/resumos-literarios/poemas-completos-de-alberto-caeiro.html#.UlQyxVAjLp8
http://pt.wikipedia.org/wiki/Alberto_Caeiro
http://www.luso-livros.net/Livro/poemas-completos-de-alberto-caeiro/

Arquivado em: Livros