Gato

O gato (felis catus) é um mamífero carnívoro e quadrúpede pertencente à família Felidae e à ordem carnívora. É um animal doméstico apreciado por caçar ratos e ratazanas. Este animal possui unhas retráteis, ouvidos e olfação bem aguçados, uma notável visão noturna e um corpo flexível, musculoso e compacto. Trata-se de um animal com boa memória e com capacidade de aprender por meio da observação e da experiência.

Gatos. Foto: Kasefoto / Shutterstock.com

Não se sabe ao certo qual foi o primeiro povo a domesticar o gato, embora sua domesticação esteja associada aos egípcios a partir do gato selvagem africano, há mais de 3000 anos a.C.

Existem aproximadamente 70 espécies de gatos conhecidas. As maiores diferenças são o comprimento da cauda e o aspecto geral, visto que variam menos do que as raças de cães. As raças menores variam de 2 a 3 kg e as maiores de 7 a 9 kg. Até hoje, as tentativas de criar raças muito pequenas ou muito grandes fracassaram.

O corpo do gato doméstico é bastante flexível, seu esqueleto está formado por 230 ossos (o esqueleto humano, embora muito maior, tem apenas 206 ossos), sua pélvis e ombros estão ligados à coluna vertebral com muito mais folga do que em outros quadrúpedes. A grande habilidade que o gato possui para pular se deve à desenvolvida musculatura. O rabo o auxilia na estabilidade quando salta ou cai.

As garras do gato estão desenvolvidas para capturar e segurar sua presa. As unhas, curvas, retráteis e afiadas, estão inseridas numa espécie de almofada que o gato tem no final dos dedos das patas e são utilizadas para brigar, escalar e caçar. O gato demarca seu território arranhando e deixando seu cheiro nas árvores ou em outros objetos. Os dentes deste animal têm como objetivo a mordedura (geralmente mortal para suas presas), não a mastigação.

O gato doméstico alcança a puberdade aos nove ou dez meses de vida. A gata, quando sexualmente ativa, tem o cio várias vezes ao ano, durante o cio atrai e é receptiva aos machos. O período de gestação é de aproximadamente 65 dias e habitualmente da à luz a 4 filhotes, que nascem cegos e surdos. Estes abrem os olhos, em média, em 9 dias. Depois de 6 semanas a gata para de amamentá-los.

O envelhecimento do gato não é gradual como o do ser humano, mas de forma abrupta, dura mais ou menos um ano e, depois disso, o animal morre. Um gato velho desenvolve cataratas, fica mais lento e perde a olfação. Geralmente dorme o dia todo, sem desenvolver nenhuma outra atividade. A expectativa de vida deste animal é de 15 anos.

Arquivado em: Mamíferos