Música Indiana

A música é uma parte importante na cultura indiana, prova disso é a riquíssima variedade de estilos e instrumentos presentes no país. As tradições criadas em volta desta arte se mantém há séculos. Acredita-se que as origens do sistema musical hindu remonta ao canto dos hinos védicos (presente nos Vedas, antigo texto sagrado hindu), embora seja mais do que provável que acivilização do vale do Indo tivesse sua própria cultura musical, do qual nada se sabe. O que se tem certeza, em meio às modernas pesquisas é que a música indiana se desenvolveu dentro de uma interação muito complexa entre os diferentes povos de diferentes raças e culturas que povoaram o país.

A base da música indiana é o sangeet (algo como cantar com acompanhamento instrumental) que consiste em música vocal, instrumental e dança. Essas três formas, combinadas ou individualmente estão sempre presentes na arte musical local. A seguir, dois conceitos caros aos músicos indianos são o "rag" (forma melódica) e o "tal" (forma rítmica). O rag por exemplo, lida com as escalas musicais particulares da música indiana.

Por volta do século XVI começa a ocorrer a divisão entre a música do norte (hindustani) e a do sul (carnática). A música clássica, tanto hindustani como carnática, podem ser instrumental ouvocal. No norte, devido à forte presença muçulmana, houve uma maior abertura às influências externas. Em algum ponto de meados do século XVIII, o violino entrou no repertório da música indiana no sul, instrumento que acabou por adaptar-se muito bem às formas musicais locais.

Instrumentos característicos da música indiana como o sitar o e harmonium vieram de fontes estrangeiras diversas em épocas diversas e acabaram por se tornar também símbolos da arte no país. O sitar tem origem no setar persa (setar significa três cordas, ou tricórdio), que, com o passar dos séculos foi sendo "turbinado" pelos músicos clássicos e populares da Índia até chegar à forma atual, bem maior que o instrumento original e com vinte cordas, sendo várias delas para acompanhamento. Já o harmonium, que produz o som característico de várias peças indianas foi desenvolvido na Alemanha na década de 1820, sendo "adotado" pelos indianos e esquecido no resto do mundo. Além destes, o mais conhecido instrumento de percussão indiano é a tabla, com duas caixas em posições diferentes, sendo a da direita curvada.

Nos anos 60, em meio à revolução de costumes que o mundo experimentava, muito desta influenciada pela música pop, a música indiana foi descoberta pelos grupos de rock britânicos, em especial Beatles e Rolling Stones, que foram cruciais nas carreiras do sitarista Pandit Ravi Shankar e do sarodista (tocador do sarod, instrumento de corda como o sitar) Ustad Ali Akhbar Khan. "Pandit" e "ustad" são títulos honoríficos, dados a conhecedores, doutores que dominam a arte musical na Índia: são chamados de ustad os mestres muçulmanos e aos hindus é reservado o título de pandit.

Bibliografia:
KOURTNEY, David. Overview of Indian Classical Music (em inglês). Disponível em:
<http://chandrakantha.com/articles/indian_music/>. Acesso em: 27 abr. 2012.

Indian Music (em inglês). Disponível em:
<http://www.sscnet.ucla.edu/southasia/Culture/Music/Music.html>. Acesso em: 27 abr. 2012.

Arquivado em: Música