Pop-punk

Surgido nos anos 70, o movimento punk apresentou ao mundo bandas como Dead Boys, The Clash, Patti Smith, Dictators, Sex Pistols e The Damned. Estes grupos faziam sucesso na Europa e nos Estados Unidos e foram denominados como geração PUNK 77. As influências vinham de músicos de uma década anterior como Velvet Underground, MC5 e Stooges, que inspiraram com suas canções simples e cheias de microfonia, distorção e fúria. Além disso, também foram referência para a geração posterior com suas letras sobre drogas, figuras bizarras, mas que também tinham teor político e contestador.

Dentro do grupo dos PUNKS 77, havia bandas como os Ramones, os Undertones e os Buzzcocks, que apesar de manterem a mesma forma de tocar, tinham assuntos mais leves nas letras, flertando com o pop. No caso dos Ramones, as influências eram de grupos de meninas dos anos 60 como The Ronettes e Shangri-las. Os garotos de Forest Hills chegaram a regravar a música Baby I Love, das Ronettes. Os Undertones e os Buzzcocks, ambos ingleses, tinham letras sobre estar apaixonado, desilusões e outros assuntos da temática adolescente. Os refrões eram mais grudentos, repetitivos e melosos. Isso não te lembra a música pop?

Passado este período inicial, em que o rótulo pop-punk ainda nem existia, vieram as anos 80, recheados de bandas com as mesmas características da primeira leva. Era Billy Idol, ícone do Pop Punk oitentista com seu hit Dancing With Myself, eram os Pretenders, liderados pela bela Chrissie Hynde. Outros grupos importantes dessa época foram The Queers, Screeching Weasel, All e Descendents.

Porém, o estilo chegaria ao seu auge nos anos 90. Esta década foi dominada, pelo menos até 1994, por bandas do grunge como Nirvana e Alice In Chains. Estes grupos tinham uma proposta completamente oposta à do pop-punk. Tinha letras depressivas, autodestrutivas, mórbidas e derrotistas. Com a morte de Kurt Cobain, líder do Nirvana, o grunge acabou morrendo e deu espaço para outros grupos. Então, surgiam na Califórnia bandas como Green Day e Offspring, que voltaram a inserir a temática pop adolescente às letras, agora com um visual mais street wear.

Estas bandas tornaram-se um grande sucesso e assinaram com majors. O Green Day, com seu álbum Dookie, vendeu aproximadamente 10 milhões de cópias entre 94 e 95. O Offspring também chegou à marca dos milhões com seu álbum clássico, o Smash, também de 94. Após o sucesso destes conjuntos, outras bandas continuaram seguindo a mesma cartilha, com destaque para o Blink 182, que apareceu para o mundo em 1999. Com o álbum Enema of State, o trio apresentou, talvez, a forma mais extrema da mistura da música punk com a música pop.

Após o ano 2000, outras bandas seguiram o estilo, acrescentando cada vez mais elementos do pop e fugindo das características fundamentais do punk. Bons exemplos são Fall Out Boy, Simple Plan e Good Charlotte.

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Pop_punk

http://top40.about.com/od/top10lists/tp/punkpop.htm

http://arvoredorock.wordpress.com/

http://www.greenday.com/

http://offspring.com/

Arquivado em: Música