Colimação

Colimação é o nome que se dá ao processo de alinhamento de lentes ou de espelhos em componentes ópticos, principalmente telescópios. Assim, após a colimação, os raios de luz ao penetrarem o telescópio não terão nenhuma obstrução. Para o telescópio fornecer uma excelente imagem, e não dificultar a visão do que é observado perdendo os detalhes mais preciosos, é preciso que seus espelhos refletores, em seu interior, estejam bem alinhados. Como exemplo de colimação pode-se citar o telescópio newtoniano. Nas figuras abaixo propõe-se uma análise detalhada desse processo.

espelho secundário (telescópio de Newton)

O ajustamento de imagem através dos espelhos primário e secundário do telescópio de Newton é realizado pelo processo de colimação. O primeiro espelho a ser alinhado é o secundário mediante o focalizador sem lente. Durante toda a colimação usa-se o centro do tubo como referência na linha de visão para alinhá-lo. Para isso, dois fios são colocados em forma de cruz no centro do tubo. É o que mostra a figura 1.

Na figura 2, o espelho reflete a imagem deslocadamente. Isso indica necessidade de alinhamento o qual é obtido com um pequeno giro. Na figura 3 devemos colimar, pois o ponto de encontro em os dois fios ainda não esta focalizado. Essa pequena correção é feita apertando ou soltando um dos três parafusos que servem de ajuste para o suporte. O alinhamento total é realizado na figura  4.

espelho primário (telescópio de Newton)

No espelho primário o processo de ajuste da imagem é semelhante. Para isso, usa-se o focalizador (figura1). O espelho primário é representado pela cor azul. Nas figuras 2 e 3, o espelho primário não esta bem alinhado, ou seja, o espelho secundário, representado pela área quadrada na figura, não se encontra no centro da área circular azul.

O alinhamento do espelho se completa soltando ou apertando um dos três parafusos que servem para ajuste do suporte. Realizada a colimação é só fazer belas observações a qualquer hora e qualquer lugar com esse telescópio que é o mais utilizado atualmente.

Fonte:
http://zeca.astronomos.com.br/pratica/colimacao_laser.htm
http://www.telescopiosastronomicos.com.br/colimacao.html

Arquivado em: Óptica