O Escolar

"O Escolar" ou "O Filho do Carteiro" consiste em uma obra de Vincent van Gogh feita em óleo sobre tela no ano de 1888. O retratado é Camille Roulin, filho de um carteiro chamado Joseph, que foi amigo próximo de Van Gogh durante o tempo que o pintor passou em Arles (França), local em que teve sua primeira crise psicológica.

o escolarA família Roulin era uma representante típica do operariado da França da segunda parte do século XIX. Van Gogh produziu 22 retratos referentes aos Roulin, sendo que esta série apresenta a influência da estampa japonesa em sua obra, consolidando o caráter expressionista da estética do pintor. Características como contraste de tonalidades frias e quentes, firmeza nas linhas do contorno e a aplicação de superfícies extensas cobertas de tons puros podem ser observadas no retrato de Camille, um dos mais célebres da série dos Roulin. Esta obra pode ser vista no Museu de Arte de São Paulo desde o ano de 1952. A obra é considerada uma das mais caras da série.

Camille Roulin é retratado da seguinte forma: sentado em uma cadeira, braço direito em repouso no encosto da parte superior do objeto, rosto e corpo virados para a direita. Outro elemento importante, tanto para a contextualização do personagem como daquela época, é a código de indumentária do garoto, presente em diversos retratos de autoria de Van Gogh. Ele veste um boné marrom e uma camisa simples de cor azul, apresentando o jovem como um cidadão de classe social baixa, uma pessoa do povo.

O 2º plano, composto por uma faixa vermelha e a outra laranja que contrastam com as cores da roupa do menino, ainda apresenta a cadeira, as mãos e o rosto do modelo emanando uma  abundância de tonalidades quentes, da qual os tons amarelos são os de maior destaque. Os contrastes e as cores simultâneas provêm do conjunto formado pelos tons complementares e primários, frios e quentes, gerando uma sensação de tensão para o observador da tela.

Com isso, a articulação entre as cores destoantes ecoa em outros aspectos como a diferença entre a posição tímida do garoto e a forte iluminação. Entre outros aspectos, o olhar do menino insinua aflição e nostalgia. De acordo com alguns críticos de arte, uma das representações da dor nesta obra de Van Gogh é a mão deformada de Camille Roulin, simbolizando a presença do artista na obra. De acordo com o próprio Van Gogh, tanto as obras representativas quando as não-representativas, são sempre uma forma que o autor encontra para fazer seu próprio retrato.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Escolar
http://www1.folha.uol.com.br/folha/sinapse/ult1063u346.shtml
http://www.suapesquisa.com/vangogh3/
http://www.masp.art.br/masp2010/acervo_detalheobra.php?id=279

Arquivado em: Pintura