Família Convolvulaceae

A família Convolvulaceae compreende cerca de 2000 espécies agrupadas em 55 gêneros, dos quais Ipomoea é o maior por conter mais de 500 espécies. É comum que sejam encontradas apenas nos trópicos, nas mais variadas vegetações, se desenvolvem melhor em ambientes abertos como campos e dunas de restinga. Alguns indivíduos, em algumas situações, se tornam plantas invasoras e detonam plantações inteiras.

Convolvulaceae
Convolvulaceae
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Solanales
Família: Convolvulaceae

Economicamente, Convolvulaceae é importante no setor paisagístico, com a cultura de exemplares ornamentais, como a Ipomoea tricolor e também na agricultura, com a produção da batat-doce, a Ipomoea batata.

Os aspectos morfológicos são bem definidos, a começar pela forma com que podem ser encontrada em seu habitat: podem ser arbustos, trepadeiras ou ervas, e menos frequentemente serão encontradas como árvores.

Esta família tem folhas alternas e sem estípulas, simples e normalmente cordadas. Suas inflorescências são cimeiras, quase nunca serão inflorescências de uma única flor. As flores são bissexuais, hipóginas (com ovário súpero) e actinomorfas. Os estames são isodínamos, ou seja, de mesmo tamanho entre si. A abertura das anteras é longitudinal e os indivíduos tem o disco nectarífero. O gineceu tem dois carpelos comumente unidos, a presença de três ou cinco é mais difícil de ocorrer. A placentação é basal e normalmente são dois óvulos por cada lóculo. O estilete pode ser inteiro ou totalmente dividido.

Os frutos quase sempre são cápsulas que se abrem em quatro partes longitudinais, dificilmente serão bagas.

Bibliografia:
http://www.anatomiavegetal.ib.ufu.br/pdf-recursos-didaticos/morfvegetalorgaFLOR.pdf
http://www.freewebs.com/rapinibot/embriofitas/parte9.pdf
Ilustração: http://es.wikipedia.org/wiki/Archivo:Convolvulaceae_spp_Blanco_clean.png