Palavras homógrafas

Mestra em Letras e Linguística (UFG, 2016)
Licenciada em Letras-Português (UFG, 2009)

Publicado em 12/01/2022
Ouça este artigo:

De origem grega, a palavra Homógrafo (homógraphos) significa “mesma grafia”, isto é, mesma forma de escrita. Assim, homógrafas são as palavras escritas de maneira idêntica, mas que sugerem sentidos e contextos de utilização diferentes. Com relação à pronúncia de palavras homógrafas, em alguns casos, mantém-se inalterada, em outros, há alteração em sua prosódia.

Veja o exemplo:

  • Manga = espécie de fruta.
  • Manga = parte de uma blusa/camisa.

A partir deste exemplo é possível observar que a palavra “Manga” pode ser utilizada em contextos diferentes porque possui significados distintos, apesar de ser escrita e pronunciada da mesma maneira.

Agora, preste bastante atenção no exemplo a seguir:

  • Forma = configuração física característica dos seres e das coisas.
  • Forma = objeto utilizado na cozinha para assar alimentos.

A partir deste exemplo é possível verificar que são homógrafas, ou seja, têm a mesma forma escrita, entretanto, ao contrário do exemplo anterior, são pronunciadas de maneiras diferentes. Ao pronunciarmos as palavras, é notória a alteração sonora da vogal “o”, sendo o primeiro mais agudo que o segundo.

Observe outros exemplos de palavras homógrafas em Língua Portuguesa:

Cabo: Parte de um objeto.
Cabo: Graduação militar superior a Soldado.

Trago: Flexão do Verbo “trazer”.
Trago: Flexão do Verbo “tragar”.

Apoio: suporte.
Apoio: flexão do verbo “apoiar” no tempo presente do indicativo, na primeira pessoa do singular (eu).

Colher: tipo de talher.
Colher: apanhar.

Em termos linguísticos, as palavras Homófonas são uma das formas de classificação de um grupo de palavras chamado de Palavras Homônimas.

Conteúdo deste artigo

Palavras Parônimas e Homônimas

Palavras Parônimas

As palavras Parônimas são aquelas que podem assemelhar-se ligeiramente pela grafia e/ou pronúncia, mas sugerem sentidos e contextos de uso diferentes. Exemplos:

Despensa: local onde se guardam alimentos.
Dispensa: ato de dispensar.

Docente: relativo a professores.
Discente: relativo a alunos.

Discriminação: Discriminar, diferenciar, segregar.
Descriminação: Retirar a acusação de crime, de culpa, inocentar.

Absolver: perdoar.
Absorver: embeber.

Imigração: Ato de entrar em um país para morar.
Emigração: Ato de sair de um país para viver em outro.

Apóstrofe: figura de linguagem.
Apóstrofo: sinal gráfico.

Cavaleiro: que cavalga.
Cavalheiro: adjetivo “homem gentil”.

Aprender: tomar conhecimento.
Apreender: capturar.

Ratificar: confirmar.
Retificar: corrigir.

Imergir: afundar.
Emergir: vir à tona.

Palavras Homônimas

De origem grega, a palavra Homônimo significa “mesmo nome”. As palavras Homônimas são classificadas em:

Homófonas Heterográficas

São as palavras que têm a mesma pronúncia, mas que se diferenciam na escrita. Leia alguns exemplos de palavras e a aplicação em algumas frases:

  • Seção – Sugere os sentidos “divisão”, “parte de um todo”, “departamento”, “repartição”.

Exemplos:

A seção de panificados fica logo ali.

Na seção de materiais para construção a senhora certamente encontrará o que procura.

  • Sessão – Sugere os sentidos “espaço de tempo de uma reunião deliberativa, de um espetáculo de cinema, teatro”.

Exemplos:

A sessão de teatro foi uma das mais longas que já assisti.

Por que a sessão na Câmara avançou até a madrugada?

  • Cessão – Verbo “ceder”, o qual sugere o sentido de “transferir algo, dar posse de algo a alguém”.

Exemplos:

O escritor não concordou com a cessão de direitos autorais.

O documento para cessão de posse deverá ser assinado pelas partes em até quize dias úteis.

Homófonas Homógrafas

São as palavras idênticas na pronúncia e na escrita, mas são utilizadas em contextos distintos, isto é, sugerem sentidos diferentes. Exemplos:

  • Trago: Flexão do Verbo “trazer”.
  • Trago: Flexão do Verbo “tragar”.
  • Cabo: Parte de um objeto.
  • Cabo: Graduação militar superior a Soldado.

Homógrafas Heterofônicas

As palavras Homógrafas Heterofônicas são idênticas na escrita, mas diferentes em pronúncia e sentidos. Exemplos:

  • Colher: Verbo que sugere o sentido de “pegar”.
  • Colher: Tipo de talher.
  • Pelo: Cobertura natural na pele de grande parte dos mamíferos.
  • Pelo: Flexão do Verbo “pelar” / Preposição.

Referência:

ABAURRE, Maria Luiza M. Gramática: texto: análise e construção de sentido. Volume único. 2. ed. São Paulo: Moderna, 2010. p. 36 e 37.

Arquivado em: Português