Decantação

Graduação em Química (Faculdades Anhanguera, 2016)

A decantação é um processo de separação de misturas heterogêneas entre dois ou mais líquidos de diferentes densidades ou entre sólido(s) – líquido(s), que se baseia na separação por diferença de densidade entre os compostos que formam a mistura. O processo é bastante simples e amplamente utilizado em análises laboratoriais e processos de operações unitárias na indústria.

O processo consiste em alocar a mistura em um recipiente adequado e deixar este em repouso sobre uma superfície preferencialmente plana e estável. A força da gravidade atuará sobre a mistura de forma a decantar a fase mais densa para o fundo do recipiente e as menos densas serão alocadas sequencialmente (por diferença de densidade) umas sobre as outras, sequencialmente, de acordo com a quantidade de compostos de diferentes densidades que compuserem a mistura. Após a decantação, a separação é feita vertendo-se o líquido que fica na superfície com auxílio de um bastão de vidro em outro recipiente (normalmente béquer), mantendo o decantado no recipiente original. Este processo é utilizado normalmente para separação entre sólidos e líquidos.

Existem ainda outras técnicas e processos para separação fases que compõem a mistura após a decantação, tais como: separação em funil de bromo, filtração, sifonação, entre outras.

Decantação em Funil de Bromo: Utiliza-se um funil que possui afunilamento angular na parte inferior e é alocado em uma argola de ferro presa a uma haste. Através da ação da gravidade, a fase mais densa se deposita no fundo do funil que possui um canal com torneira para remoção das fases. Ao posicionar a torneira na posição aberta, a fase mais densa é despejada em um recipiente, e manualmente controla-se o fluxo até que se esgote a fase mais densa. Desse modo, esse tipo de decantação é utilizado para separação de misturas entre líquidos com duas ou mais fases. Os exemplos mais comuns de misturas separadas por este processo é óleo em água ou água em gasolina.

Decantação com funil de bromo. Ao abrir a torneira localizada na parte inferior do funil, é possível obter o líquido mais denso da mistura, que, pela ação da gravidade, ficou depositado no fundo do funil. Foto: chakapong / Shutterstock.com

Decantação seguida de Filtração: Neste tipo de processo, é efetuada a decantação da mistura em um recipiente e após a completa distinção das fases, o líquido menos denso é vertido com auxílio de um bastão de vidro em um funil de vidro contendo papel filtro para retenção de possíveis partículas sólidas que ainda estejam presentes na fase filtrada.

Aplicações: O processo de decantação é muito utilizado para realização de separação de misturas em análises laboratoriais. No processo de tratamento de água das Estações de Tratamento de água (ETA), utiliza-se o processo de decantação para separar os resíduos sólidos provenientes da floculação da água seguido de sifonação.

Etapa de decantação em uma Estação de Tratamento de Água. Foto: lmeleca (Leonid Meleca) / Shutterstock.com

Algumas bebidas passam por processo de decantação para remover as partículas sólidas, como por exemplo, os vinhos, onde a borra residual é separada do líquido através deste processo.

O processo de separação de misturas por decantação não envolve nenhum tipo de reação ou transformação química, portanto a estrutura química dos componentes da mistura não se alteram após a separação.

Arquivado em: Química