Identificação de Metais em Amostras Reais

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Clique aqui para abrir o player de áudio.
Sempre abrir.

Esta técnica laboratorial possui como principais objetivos identificar alguns cátions em amostras reais, a partir de materiais de uso corriqueiro, e então possibilitar o desenvolvimento de uma rota específica de identificação para os cátions trabalhados, a partir das reações químicas positivas observadas no experimento. Didaticamente, é sugerido solicitar dos alunos a montagem desse esquema, que permita a representação e a separação dos cátions trabalhados no experimento, assim como a representação e a classificação das reações químicas observadas.

Ferro (Fe3+)

O íon férrico (Fe3+) normalmente é encontrado em amostras de erva-mate, sucos e cascas de fruta, solos, cinzas da madeira, folhas de vegetais e também em medicamentos.

Técnica:

  • Tratar a amostra com ácido clorídrico (HCl) 6N e ferver por aproximadamente por 10 minutos.
  • Filtrar e tratar o filtrado com hexaciano ferro II de potássio, K4[Fe(CN)6].
  • O aparecimento de um precipitado azul indica a presença de ferro na amostra.

Chumbo (Pb2+)

Traços de chumbo podem ser detectados em amostras de enlatados diversos, água potável a também em vinhos.

Técnica:

  • Colocar aproximadamente 1 ml de amostra em tubo de ensaio e juntar ditizona.
  • O aparecimento de uma coloração vermelha indica a presença de chumbo na amostra.

Alumínio (Al3+)

O íon alumínio (Al3+) pode ser detectado em amostras de solo, folhas, cascas de frutas, papel para conservar balas e chocolates e também em minérios.

Técnica:

  • Tratar a amostra com HCl 6N, aquecer e filtrar.
  • Ao filtrado, juntar acetato de sódio, NaAc, e Aluminon.
  • A formação de um precipitado vermelho rosado indica a presença de alumínio na amostra.

Cálcio (Ca2+)

O íon cálcio (Ca2+) pode ser encontrado em amostras de solo, calcário, na casca do ovo, em conchas e pedras, no cimento comum, no gesso, assim como em ossos e dentes.

Técnica 1: para amostras de solo.

  • Tratar o solo com 30 ml de acetato de amônio (NH4Ac) e agitar por 5 minutos.
  • Centrifugar, ao sobrenadante adicionar gotas de (NH4)2(COO)2.
  • O aparecimento de precipitado branco confirma a presença do íon cálcio.

Técnica 2: para amostras de calcário.

  • Dissolver a amostra em HCl 6N.
  • Ferver para transformar o carbonato de cálcio (CaCO3) em cloreto de cálcio (CaCl2) e eliminar o gás carbônico (CO2).
  • Adicionar H2C2O4 em meio amoniacal ou (NH4)2(COO)2 para precipitar Ca2+ na forma de CaC2O4.
  • O aparecimento de precipitado branco de CaC2O4 confirma a presença do íon Ca2+ na amostra.

Referências:
SARDELLA, Antônio; MATEUS, Edegar; Curso de Química: química geral, Ed. Ática, São Paulo/SP – 1995.
RUSSELL, John B.; Química Geral vol.1, São Paulo: Pearson Education do Brasil, Makron Books, 1994.
MAHAN, Bruce M.; MYERS, Rollie J.; Química: um curso universitário, Ed. Edgard Blucher LTDA, São Paulo/SP – 2002.

Arquivado em: Química