Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ)

Igreja Cristã Evangélica Petencostal

De acordo com informações publicadas no site oficial da Igreja do Evangelho Quadrangular no Brasil, o surgimento da igreja ocorreuem Los Angeles, Califórnia, onde funciona até os dias atuais a sede mundial da instituição. Há ainda o seguinte relato “Aimee Elizabeth Kennedy nasceu em Ingersoll, Ontário, Canadá, em 9 de outubro de 1890. Converteu-se aos dezessete anos e foi casada com o evangelista Robert Semple, com o qual seguiu como missionária para a China. Seu marido foi acometido de malária e pouco tempo depois Aimee foi obrigada a voltar aos Estados Unidos, viúva e com a filha recém-nascida em seus braços. Em 1917, iniciou sua maratona pelos Estados Unidos com várias campanhas em diversas cidades do país. Em 1922, durante um culto na cidade de Oakland, ela recebe a visão do evangelho quadrangular, termo que daria nome à igreja por ela fundada em janeiro de 1923, com a inauguração do Angelus Temple, na mesma cidade. Aimee faleceu em setembro de 1944. Seu filho Rolf McPherson assumiu a presidência da igreja, que hoje é exercida pelo Reverendo Paul Risser”.

No Brasil, a fundação da igreja ocorreu em São João da Boa Vista – SP em 15 de novembro de 1951, por um missionário chamado Pastor Harold Edwin Willians, nascido em Los Angeles e batizado na infância pela própria fundadora da primeira igreja quadrangular do mundo. O Pastor Willians (falecido em 2002) foi auxiliado pelo Pastor Jesus Hermirio Vasquez Ramos, natural do Peru. Eles começaram uma obra na pequena cidade de Poços de Caldas com o apoio de uma escola de inglês, e em seguida foram para São João da Boa Vista onde ergueram um pequeno templo. No ano seguinte, partiram para São Paulo capital, mais precisamente no bairro de Água Branca.

Nesta fase as irmãs da igreja haviam ajudado um irmão que trabalhou em um circo e sabia costurar tendas. Não tardou até que o contato com ele as fizesse aprender o oficio e assim tendas foram construídas, facilitando o deslocamento de pequenos grupos de evangelização pela cidade e região, além de alcançarem lugares como Casa Verde, Americana, Limeira, Vitória, Curitiba e vários outros. Dessa forma, o movimento tomou força e cada tenda dava origem à um novo núcleo, em seguida era constituída uma nova igreja.

Foi na década de sessenta que, liderados pelo então Pastor George Russell Faulkner, a sede da igreja estipulou a meta de levar a mensagem a cada capital de estado, em seguida semear a Palavra do Senhor em outros municípios. As duas décadas seguintes mantiveram essa estrutura e ao final dos anos oitenta, a igreja quadrangular já era conhecida em todo país pelo evangelismo dinâmico, e as tendas deram lugar a construção de grandes templos.

Dados estatísticos que foram coletados pela IEQ Internacional nos anos de 1997 e 2001 constataram o sucesso na expansão da igreja no Brasil e no mundo: em 1997 eram 5.530 igrejas em nosso território brasileiro e em 2001 contaram 29.973 entre Igrejas e lugares de reunião espalhados entre 123 países do mundo, sobretudo em Los Angeles, Oregon, Hawai, Montana, Washington e Califórnia.

Nos dias atuais a igreja mantém o carater missonário e no Brasil, conta Institutos Teológicos e cursos preparados inclusive pela Secretaria Geral de Educação e Cultura, além de publicações da Editora e Publicadora Quadrangular George Russell Faulkner, situada em São Paulo.

A doutrina básica da IEQ

  1. Estrutura  episcopal de administração onde as Sedes de Regiões Eclesiásticas intra-estaduais (Catedrais) são administradas por um Superintendente (Bispo) de nomeação vitalícia . As Sedes Estaduais (Conselhos Estaduais) são dirigidas por Bispos eleitos em Convenções e Assembleias com mandatos temporários, onde são permitidas reeleições.
  2. A Bíblia é a palavra de Deus, fonte máxima de orientação.
  3. Jesus Cristo como Senhor e Salvador da vida.
  4. Crença na Santíssima Trindade.
  5. Batismo (por imersão e pela busca do Espírito Santo).
  6. Santificação (oração, jejum, dízimos e ofertas, serviço ao próximo no amor a cristo).
  7. Moderação (o cristão deve cuidar para não ceder a fanatismos extremos).
  8. A volta de Jesus Cristo para buscar os seus.

Os quatro símbolos

    

  1. Cruz: Simboliza a morte de Cristo, para nos dar a Salvação.
  2. Pomba: Simboliza o batismo no Espírito Santo.
  3. Cálice: Simboliza a cura divina.
  4. Coroa: Simboliza a volta de Cristo para reinar eternamente.

Bibliografia:
http://www.ieqlimeira.com.br
http://www.quadrangular.com.br

Arquivado em: Cristianismo