Intoxicação

Este artigo foi útil?
Considere fazer uma contribuição:


Ouça este artigo:

A intoxicação ocorre quando uma substância entra em contato com um organismo e provoca uma série de efeitos adversos, afetando a homeostase dele, rompendo o equilíbrio orgânico.

Quando algum organismo é intoxicado, para que seja feita a desintoxicação e o estudo do caso, é necessário saber qual a substância que provocou a intoxicação, qual organismo foi intoxicado e a quantidade de substância que o organismo teve contato.

Tipos de intoxicação

Qualquer substância, quando ingerida em excesso causa um tipo de reação de intoxicação no organismo.

Intoxicação alimentar

Quando uma pessoa ou animal ingerem um alimento contaminado principalmente por bactérias, uma serie de sintomas desagradáveis são desencadeados pelo organismo. Normalmente as pessoas associam a infecção com alimentos deteriorados/estragados, mas muitas vezes podem ingerir alimentos contaminados e com boa aparência.

Existem três tipos principais de bactérias que causam intoxicação alimentar: são as salmonelas, clostrídios e estafilococos.

As salmonelas são as mais freqüentes, intoxicando carnes e ovos, causando diarréias e mais raramente, dores de cabeça e febre.

Os clostrídios são resistentes ao cozimento e estão presentes no ar e no chão. As moscas contribuem muito para a contaminação. Normalmente causam dores abdominais, diarréia e raramente vômitos. O botulismo, causando por uma espécie de clostrídio, é de rara incidência, mas possui sintomas graves, atacando o sistema nervoso.

Os estafilococos presentes na pele, podem contaminar alimentos e intoxicar organismos pela toxina que é produzida pela bactéria.

Intoxicação por medicamentos

Os medicamentos, quando ingeridos em dose superior à recomendada pelo médico ou até mesmo não prescritos, podem causar vários tipos de reação em um organismo, variando de leves alergias até a morte, prejudicando seriamente o funcionamento do organismo.

Intoxicação por agrotóxicos

Normalmente este tipo de intoxicação ocorre por inalação dos vapores, durante a fabricação e manipulação, que são facilmente absorvidos pelo organismo.

Os principais sintomas são vômitos, náuseas, sudorese excessiva, dor de cabeça, e nos casos mais graves, febre e morte.

A intoxicação pode ser aguda, quando os sintomas aparecem logo após uma exposição excessiva ao agrotóxico ou crônica, quando ocorre a médio e longo prazo, através de exposições moderadas,

podendo ou não apresentar sintomas, o que dificulta o diagnostico.

Outros tóxicos

Além de provocar os sintomas descritos acima, alguns compostos possuem efeitos neurotóxicos, carcinogênicos, mutagêncios e teratogênicos.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Saúde