Bílis

A Bílis, também chamada de bile ou suco biliar, é um fluido alcalino, produzido no fígado e armazenado na vesícula biliar. Tem a função de digerir gorduras e captar nutrientes ao passarem pelo intestino. É composta por 85 % de água, 10% de bicarbonato de sódio e outros sais, 3% pigmentos, 1% de gordura, 0,7% de sais inorgânicos e 0,3 colesterol.

Depois de ser excretada pelo fígado, a bile passa pelos dutos biliares. Em seguida é encaminhada à vesícula biliar e depois, ao intestino. Chegando no intestino, realiza e emulsão dos lipídeos.

Etapas da excreção da bile:

  1. Secreção por meio dos hepatócitos: Nesta etapa, o suco biliar é secretado nos canalículos biliares, que se localizam entre os hepatócitos e lâminas hepáticas;
  2. Em seguida, a bile passa para os ductos biliares terminais e consecutivamente, a ductos maiores e maiores, até chegar aos ductos hepáticos direito e esquerdo, que juntos formam o ducto hepático comum.
  3. Do ducto hepático, vai ao ducto colédoco e então segue com dois destinos: Vesícula biliar ou duodeno.

Na 3ª etapa da excreção da bile há ainda a atuação de 2 canais de transporte de acordo com o rumos tomado pelo suco biliar. A porção da bílis que se armazena na vesícula biliar é desviada pelo ducto cístico. A parte que é depositada no duodeno segue através da papila de vates, revestida pelo esfíncter de oddi. Durante o percusso do suco biliar, este recebe um aumento de volume de até 100% devido ao recebimento de uma secreção aquosa rica em íons de sódio e bicarbonato que tem como função neutralizar o ph do intestino, que é ácido.

Funções principais:

  • Digestão e absorção de gorduras, devido À presença dos ácidos biliares.
  • Excreção de produtos na corrente sanguínea como a bilirrubina.

Curiosidades:

  1. A vesícula biliar suporta um armazenamento de suco biliar de até 12hs consecutivas;
  2. A parede da vesícula biliar é constituída de músculo liso e se contrai de forma rítmica a partir do início da digestão, principalmente quando o alimento é bastante gorduroso;
  3. O maior estimulante para o esvaziamento da vesícula biliar é a colecistocinina.

Fontes:
http://www.fisiologia.kit.net/fisio/digestorio/10.htm
http://www.todabiologia.com/anatomia/bile.htm

Arquivado em: Sistema Digestivo