Esôfago

O esôfago é um tubo muscular que liga a faringe ao estômago. É pelo esôfago por onde passam os alimentos ingeridos.  Possui aproximadamente 25 cm de comprimento 3 cm de diâmetro desde sua origem até a ligação esofagogástrica. A extremidade apical do esôfago é a parte mais estreita de todo o tudo digestivo; nessa extremidade existe um músculo circular que permanece fechado, mas se abre para a passagem de alimentos quando são ingeridos.

esofagoDe acordo com a sua localização ele pode ser classificado em esôfago cervical, torácico ou abdominal. A região cervical do esôfago possui aproximadamente 4 cm, e tem contato direto com a traqueia; a região torácica do esôfago é a maior de todas as três regiões possuindo cerca de 18 cm; e seguindo a traqueia e a coluna vertebral, atrás do brônquio esquerdo, a ultima região - esôfago abdominal - mede em média 3 cm e se encontra sobre o diafragma e é a parte que se liga ao estômago.

A formação das musculaturas do esôfago depende da sua localização, o esôfago cervical e o início do torácico possuem uma musculatura estriada e a medida que ele vai se aprofundando, este músculo estriado passa a ser musculatura lisa. Essa diferença de musculatura é o que define a velocidade da passagem do alimento.

Uma vez dentro do esôfago o alimento será impulsionado por meio de movimentos peristálticos, que são involuntários.

O esôfago possui três camadas:

  • Mucosa – Apresenta tecido conjuntivo, vasos sanguíneos e glândulas mucosas.
  • Submucosa – Contém pequenas glândulas que lançam secreções em direção ao esôfago, secreções que atuam contra agentes infecciosos do meio externo.
  • Muscular – Composta em sua maioria por músculo estriado esquelético e somente na sua parte inferior possui músculo liso.

Algumas doenças podem ser muito comuns no esôfago como por exemplo:

  • Pirose (queimação) – sensação de queimadura do estômago que pode chegar até o pescoço, geralmente está relacionado a alimentos e a posição em que se está alimentando (quando deitado costuma piorar), a maioria das vezes essa queimação é causada pelo refluxo gastro-esofágico.
  • Regurgitação- é o refluxo de pequenas quantidades, ocasionando sabor ácido na boca, geralmente ocorre após as refeições, e geralmente ocorre quando as refeições são feitas em grandes quantidades.
  • Odinofagia – é a dor após engolir; quando o alimento está passando pelo esôfago, pode ocorrer quando existem inflamações no esôfago (dores de garganta)
  • Disfagia – é a dificuldade da passagem do alimento até  o estômago, pode ocorrer por diversas causas.

Leia também:

Fonte:
http://www.compuland.com.br/anatomia/esofago.htm
http://ocancro.com.sapo.pt/esofago.htm
http://www3.uma.pt/gcosta/docs/histology/TecidoMuscular.pdf
http://www.cccastelo.com.br/esofago.htm
http://equipedigestorio.blogspot.com.br/2009/06/esofago.html

Arquivado em: Sistema Digestivo