Baixo Egito

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

O Baixo Egito era uma das divisões do Antigo Egito antes de sua unificação.

alto-baixo-egitoQuando se estuda a civilização egípcia, considera-se que sua formação ocorreu no chamado período pré-dinástico, entre 13.000 e 10.000 anos antes de Cristo. Foi nesta época que o homem se estabeleceu na região e desenvolveu técnicas agrícolas que permitiriam a posterior formação de uma dinastia e, então, de um grande império. A região que hoje compreende os desertos do Saara e Árabe passava, naquela época, por um período de aumento de temperaturas e era frequentemente atingida por chuvas intensas. Formou-se, assim, um vale pantanoso em função do Rio Nilo que atraiu pessoas e animais para se aproveitarem das riquezas do solo.

Ao longo desse trajeto do Rio Nilo formaram-se duas divisões territoriais. O Alto Egito e o Baixo Egito, localizada mais ao Norte. Representava uma faixa de terra fértil do rio que se estendia até o Mar Mediterrâneo. Para pesquisadores esta divisão é muito importante para se estudar o Antigo Egito, pois, durante algum tempo, foram várias as diferenças entre o Alto Egito e o Baixo Egito.

O Baixo Egito tinha clima mais ameno que o Alto Egito em função da proximidade com o mar, mas as chuvas também eram abundantes. Era conhecido como Ta-Mehu, cujo nome significava “terra do papiro”. Toda a região foi dividida em 20 nomos, como eram designados os distritos. O centro administrativo do Baixo Egito estava na cidade de Mênfis. Os egípcios usavam coroas distintas para distinguir os líderes do Alto e do Baixo Egito. Enquanto o primeiro era caracterizado por coroas brancas, o segundo era identificado pelas coroas vermelhas. O Baixo Egito, contudo, era mais desenvolvido e integrado ao comércio com o mundo ao redor em função de sua posição privilegiada de frente par ao mar.

A cultura badariense, que surgiu no Alto Egito, foi uma das mais importantes da época e já sustentava sua economia na agricultura e na pecuária. Seus membros já tinham o costume de ser enterrados com seus bens, o que seria repetido, mais tarde, no Império Egípcio. Quando a disputa pelas terras férteis na região se agravou, a cultura badariense foi dividida em territórios distintos. No Baixo Egito formou-se como resultante a cultura Maadi estabelecendo-se uma nova capital em Budo.

Os conflitos entre Alto Egito e Baixo Egito se intensificaram na disputa pelas melhores terras do Nilo. Então, o rei do Alto Egito, Narmer, organizou seu exército para um ataque poderoso ao Baixo Egito, por volta de 3.200 antes de Cristo. Sua investida resultou na conquista do Baixo Egito e na unificação dos dois reinos, dando início à primeira dinastia do Império Egípcio. Não há dúvida hoje da grande importância econômica do Baixo Egito desde os seus primeiros tempos.

Fontes:
http://antigoegito.org/baixo-e-alto-egito/
http://www.historia.templodeapolo.net/civ.asp?civ=Civiliza%C3%A7%C3%A3o%20Eg%C3%ADpcia#topo