Arte no Paleolítico

Mestre em Artes Visuais (UDESC, 2010)
Graduada em Licenciatura em Desenho e Plástica (UFSM, 2008)

Para entendermos a arte pré-histórica é necessário conhecer o contexto histórico que compreende tal arte, nesse caso o período Paleolítico. A arte do período Paleolítico é a mais antiga que se tem conhecimento, pode-se dizer que é a gênese da História da Arte. No entanto, foi no final desse período, também conhecido como Paleolítico Superior que se encontra uma produção artística mais consistente, provavelmente resultado de um longo processo de amadurecimento. Somente no século XX é que são descobertos os primeiros vestígios de uma arte pré-histórica que vem colaborando para o entendimento da mentalidade e dos costumes do homem pré-histórico.

Também conhecido como Idade da Pedra Lascada, o Paleolítico Superior tem início a cerca de 35 mil a.C. É no período Paleolítico que surgem as primeiras interferências humanas no ambiente em que viviam, em especial a lapidação da pedra afim de fabricar utensílios que foram sendo aperfeiçoados ao longo dos anos. Essa é a habilidade humana mais antiga que se tem conhecimento.

Caverna de Lascaux, França. Foto: Everett - Art / Shutterstock.com

Caverna de Lascaux, França. Foto: Everett - Art / Shutterstock.com

Os homens do período Paleolítico eram basicamente caçadores e coletores, além de nômades, abrigavam-se em cavernas ou sob grandes rochas. Os pesquisadores dividiram esses “homens das cavernas” em grupos de acordo com o local onde viviam. Sabe-se que os madalenianos e os aurinhacenses têm as produções artísticas mais salientes.

Os desenhos e pinturas que se destacam nesse período são as incríveis imagens de bisões, cavalos e bois pintadas em paredes e tetos de escuras e quase inacessíveis cavernas. As cavernas mais conhecidas são as cavernas de Lascaux na França e Altamira na Espanha. Os desenhos dessas cavernas, embora tenham milhares de anos, ainda passam a extraordinária sensação de vitalidade. Algumas representações de animais foram feitas apenas com contornos pretos, provavelmente com carvão e outras apresentam um colorido espetacular com traço seguro e sombreado controlado. Muitos pintores das cavernas ainda utilizaram a própria ondulação e textura da rocha para conferir volume aos seus desenhos. Essas técnicas deixam claro o grau de maturidade e domínio artístico dos homens do Paleolítico.

Além das inúmeras imagens nas cavernas os homens do Paleolítico também criaram pequenas esculturas, aproximadamente do tamanho de uma mão, em pedra, osso ou madeira. Como exemplo é possível citar a intrigante Vênus de Willendorf confeccionada em pedra, possui aproximadamente 12 cm de altura e tem cerca de 25 mil anos.

Muitas coisas ainda deixam os atuais pesquisadores intrigados acerca dessas pinturas e esculturas pré-históricas. Pode-se dizer que a principal questão é: a quais objetivos atendiam essas imagens? Os antropólogos e historiadores, no entanto, concordam que essas imagens atendiam a um objetivo muito mais sério que a simples decoração de interiores. Acredita-se que possivelmente as imagens estavam relacionadas a algum ritual que tinha por objetivo primeiro assegurar uma boa caça ou no caso das esculturas, auxiliar na procriação.

Referências:
JANSON, H. W e JANSON, Anthony F. Iniciação à história da arte, 2ªed. São Paulo, Martins, 1996.

Arquivado em: Artes, Pré-História