Urubu

Por Thais Pacievitch
O urubu-de-cabeça-preta (Coragyps atratus), ou urubu comum, é uma ave pertencente à família Ciconiidae (que engloba condores e urubus) e à ordem Ciconiiformes. Esta ave tem tamanho médio, seu comprimento é de 56 a 68 cm, sua envergadura é de 1,5 m e seu peso pode chegar a 1,9 kg. Seu olfato é bem desenvolvido. Trata-se de um animal com caráter sociável com os da sua espécie, embora possam ocorrer brigas sangrentas.

Este animal pode ser encontrado desde o norte dos EUA até o centro da Argentina e Chile. Também está presente em algumas ilhas como a de Margarita, na Venezuela e Cozumel, no México. Há alguns que conseguem deslocar-se até as Antilhas. Seu habitat está em lugares com pouca vegetação, como as margens dos bosques, beira de rios ou do mar e também em zonas urbanas, onde é possível vê-lo em aterros sanitários.

Esta ave se alimenta de carne em decomposição, mas também come sementes de palmeiras e cocos. Quando encontra ninhos descuidados, não hesita em comer os ovos ou os filhotes que ali possam estar. Quando há pouco alimento disponível, o urubu come frutas. Enquanto voa observa os outros urubus e os segue quando percebe que eles localizaram carniça. Os urubus são considerados uma das piores ameaças aos filhotes de tartarugas recém nascidos sobre a areia.

O urubu freqüenta os lixões e aparenta não temer a presença de seres humanos. É uma ave com enorme capacidade de planar, utiliza as correntes termais para elevar-se e alcança até 2.800 m de altitude.

Esta ave procria uma vez por ano em colônias de sua própria espécie, deposita os ovos nas cavidades de árvores, desde a base até o topo, mas também no solo, em meio ao mato. Normalmente a fêmea põe dois ovos cuja coloração é cinza esverdeada. A incubação é feita pelos pais e demora de 38 a 48 dias. O casal alimenta e cuida dos filhotes até que estes são capazes de alimentar-se sozinhos, isto leva de 10 a 12 semanas.

De certa forma, assim feito outras aves carniceiras, esta ave é útil ao ser humano na medida em que, ao comer a carne de animais mortos, evita uma série de epidemias. Contudo, devido a sua agressividade, em lugares onde existem muitos urubus, sua presença chega a ser um problema, uma vez que ataca e mata animais domésticos.

A expectativa de vida do urubu, em cativeiro, é de 30 anos, na natureza as coisa são diferentes, dado o fato de poucos exemplares sobrevivem mais de 5 anos.