Jean-Baptiste Debret

Mestre em Artes Visuais (UDESC, 2010)
Graduada em Licenciatura em Desenho e Plástica (UFSM, 2008)

Jean-Baptiste Debret foi um grande desenhista, pintor, gravador e professor francês. O artista nasceu em 18 de abril de 1768 em paris e em 1816 integrou, juntamente com outros membros, a Missão Artística Francesa ao Brasil, organizada a mando do rei Dom João VI. Seu trabalho foi essencial para retratar o cotidiano do Brasil colonial, além de catalogar, por meio de registros de desenhos, a fauna e flora brasileira. Debret também desenhou a bandeira do Brasil composta pelo retângulo verde e o losango amarelo.

debret

Jean-Baptiste Debret

Jean-Baptiste Debret era filho de um funcionário público que se interessava e pesquisava história natural. Estudou na Escola de Belas Artes de Paris e recebeu grande influência de seu primo, também artista, Jacques-Louis David, tornando-se o pintor oficial do império. Debret chegou ao Brasil em março de 1816 e permaneceu em terras brasileiras até 1831.

A convocação de artista para o Brasil deu-se em função de que naquela época o país estava em formação e precisava de pessoas que ensinassem arte. Outro objetivo foi fundar a Academia Imperial de Belas Artes no Brasil, a qual Debret atuou como professor. Em 1829 montou uma exposição com os trabalhos dos alunos, foi a primeira exposição de artes do Brasil. Durante os 15 anos que permaneceu no Brasil, Debret pesquisou muito acerca do país e de volta a França organizou o primeiro volume de sua obra ilustrada Viagem pitoresca e histórica ao Brasil. Nela, Debret apresentou diversas pinturas sobre particularidades do povo brasileiro, paisagens e arquitetura do Brasil. Nos anos de 1834, 1835 e 1839 ele publicou os três volumes de sua obra. A obra evidencia a importância de sua estadia no Brasil, deixando para as gerações futuras um registro palpável do Brasil colonial.

Além de registrar o cotidiano do povo e o processo de independência do Brasil, Debret retratou personalidades da corte portuguesa como Dom João e Dom Pedro I. Para sua obra Viagem pitoresca e histórica ao Brasil, o artista procurou registrar com detalhes os costumes e a cultura do povo, incluindo o cotidiano de índios e suas relações com o homem branco, além da mão de obra escrava. Em diversos desenhos deixou registrado o contexto de famílias na sociedade patriarcal e os diferentes abusos sofridos por escravos no século XIX. Debret sempre procurou captar com o máximo de detalhes e impacto as cenas. Além disso, retratou com fidelidade as mais variadas espécies da fauna e da flora brasileira.

Debret deixou o Brasil em 1831 alegando problemas de saúde, morreu em 28 de Junho de 1848.

Referências bibliográficas:
Debret. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa18749/debret

Debret: um artista a serviço da corte portuguesa no Brasil. Disponível em: http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=688&CFID=9221349&CFTOKEN=f21e4480f49e178-F3D51AED-155D-11CB-32612F792FEF309B

Arquivado em: Biografias, Pintura