Urbano Tavares Rodrigues

Urbano Augusto Tavares Rodrigues nasceu na cidade de Lisboa no dia 6 de dezembro de 1923 e foi um jornalista e escritor português.

Seu pai era Urbano Rodrigues, também escritor. Apesar de ter nascido em Lisboa, Urbano Tavares Rodrigues passou a maior parte de sua infância em Moura, cidade de Portugal que pertence ao Distrito de Beja. O autor foi criado em ambiente rural e conheceu muitas pessoas do campo, o que foi uma influência marcante em suas obras.

Cursou a Faculdade de Letras de Lisboa, instituição em que se formou na área de Filologia Românica. Porém, acabou sendo exilado e impedido de trabalhar em seu país de origem por questões políticas. Desta forma, lecionou em Paris, Aix e Montpellier no período que compreende 1949 e 1955. Após a Revolução dos Cravos, que derrubou o regime tirano do Estado Novo, o escritor retornou a Portugal.

No começo da década de 1980, Urbano Tavares Rodrigues concluiu o doutorado em Literatura apresentando um estudo sobre os trabalhos de Manuel Teixeira Gomes, 7º presidente da Primeira República Portuguesa e autor de obras como "Cartas sem Moral Nenhuma", "Agosto Azul", ambas publicadas no ano de 1904, e "Sabina Freire", de 1905. Nos anos 1990, Urbano Tavares Rodrigues aposentou-se como docente da Faculdade de Letras de Lisboa. Entre outras áreas, atuou no cargo de correspondente oficial da ABL (Academia Brasileira de Letras), lecionou na Universidade Autônoma de Lisboa Luís de Camões e foi membro da Academia de Ciências de Lisboa.

Urbano Tavares Rodrigues foi um escritor produtivo, considerado um dos maiores autores portugueses do século XX. Suas publicações buscavam o diálogo entre a consciência  individual perante a social, com o objetivo de que o indivíduo reconhecesse sua identidade política na sociedade. Além de romancista, publicou textos influentes em jornais e revistas, foi um crítico de teatro e dirigiu a revista Europa. O escritor era partidário da corrente comunista ortodoxa. Urbano Tavares Rodrigues indicou como principal influência de seu trabalho o Existencialismo da França nos anos 1950.

A morte de Tavares Rodrigues ocorreu no dia nove de agosto do ano de 2013, após internação no Hospital dos Capuchos, na cidade de Lisboa. Os motivos de seu falecimento não foram divulgados.

Novelas do escritor

  • Vida Perigosa
  • A Noite Roxa
  • Uma Pedrada no Charco
  • As Aves da Madrugada
  • Nus e Suplicantes
  • As Máscaras Finais
  • Terra Ocupada
  • A Samarra
  • Casa de Correcção
  • A Impossível Evasão
  • O Último Dia e o Primeiro

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Urbano_Tavares_Rodrigues
http://www.ionline.pt/artigos/portugal/novo-livro-urbano-tavares-rodriguesnenhuma-vida-sera-publicado-este-ano
http://www.iplb.pt/sites/DGLB/Portugues/autores/Paginas/PesquisaAutores1.aspx?AutorId=9532
http://www.portaldaliteratura.com/autores.php?autor=435

Arquivado em: Biografias