Projeção Cilíndrica Equidistante

Por Caroline Faria
Projeção cilíndrica é uma forma de projeção cartográfica (mapa) desenhada sobre um plano que pode ser comparado a um cilindro envolvendo o globo terrestre (como se você coloca-se uma folha de papel envolta do globo, como um cilindro, e desenhasse sobre ela). E eqüidistante, significa “mesma distância” ou “igual distância” (eqüi + distante).

Logo, a projeção cilíndrica equidistante, é uma projeção cartográfica cilíndrica que mantém algumas distâncias entre um ponto e outro, no mapa, iguais as verdadeiras, porém, em escala. Ou seja, é um tipo de projeção onde se pretende preservar a escala em algum local.

Uma característica desse tipo de mapa é que as distâncias não podem ser mantidas verdadeiras em escala em todos os locais da projeção, mas, é possível conseguir que todas as distâncias a partir de um ou dois locais sejam verdadeiras, ou então, fazer um mapa onde todas as distâncias medidas perpendicularmente a uma linha (que pode ser o Equador ou um paralelo qualquer) sejam verdadeiras, porém em escala.

Na projeção cilíndrica eqüidistante, que também pode ser chamada de “projeção equiretangular”, é feito um ajuste no espaçamento dos paralelos para que a escala seja mantida em pontos determinados.
Geralmente, a projeção cilíndrica eqüidistante se parece à primeira vista com a projeção de Mercator, mas com a diferença de não apresentar o alongamento no sentido leste-oeste e o achatamento no sentido norte-sul, nos países de latitude elevada. Isso ocorre porque, na projeção cilíndrica eqüidistante, tanto os paralelos quanto os meridianos estão separados pela mesma distância.

Outros tipos de projeções eqüidistantes são as projeções cônica e azimutal eqüidistantes.

Fontes
http://www.esteio.com.br/newsletters/paginas/006/o-class_cilindrica.htm