Permeabilidade Seletiva

Por Débora Carvalho Meldau
A permeabilidade seletiva é um processo responsável por manter o meio intracelular adequado para seu funcionamento e também, para a sobrevivência da célula.

As células são compostas por substâncias distintas ao meio que a cerca, tanto em termos de compostos como em termos de quantidade. A membrana celular é a estrutura responsável pela escolha do que entra e do que sai da célula, permitindo assim, que a célula mantenha seu equilíbrio no seu interior, independente do meio externo a ela.

São três os processos responsáveis pela passagem seletiva de substâncias pela membrana plasmática, que são: transporte passivo, transporte ativo e transporte em quantidade.

Membrana Celular

A membrana celular é composta, aproximadamente, 50% por lipídios, sendo a outra parte, formada por proteínas. As moléculas lipídicas são anfipáticas, pois possuem uma extremidade hidrofílica ou polar (solúvel em meio aquoso) e uma extremidade hidrofóbica ou não-polar (insolúvel em água).

Os principais lipídios formadores da membrana são:

  • Fosfolipídios: possuem uma cabeça polar e duas caudas de hidrocarboneto hidrofóbicas, conferindo a característica de dupla camada lipídica.
  • Colesterol: esta molécula aumenta a propriedade de permeabilidade das duplas camadas lipídicas, tornando a bicamada lipídica menos propensa a deformações.
  • Glicolipídios: participam da proteção da membrana plasmática em condições adversas.

Os lipídios constituintes da membrana plasmática estão em constante movimento, proporcionando uma fluidez à membrana. Esta dependente também da quantidade de colesterol e da temperatura, pois quanto maior estiverem ambos, menos fluída encontra-se a membrana.

Proteínas da Membrana

Existem dois tipos de proteínas que desempenham a maior parte das funções especificas da membrana celular, conferindo as propriedades funcionais que caracterizam cada tipo de membrana. São elas:

  • Proteínas transmembrana: estão são anfipáticas e ultrapassam a bicamada lipídica, uma única vez (proteína transmembrana de passagem única) ou diversas vezes (proteínas transmembrana multipassagem). Possui formato de uma hélice ou barris e podem exercer a função de transporte de íons, ou ainda, funcionar como receptores ou como enzimas.
  • Proteínas periféricas: esta se prende a superfície interna e externa da membrana através de diversos mecanismos.

Fontes:
http://www.tudomaisumpouco.com/aulabio3.html
http://educacao.uol.com.br/biologia/ult1698u70.jhtm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Permeabilidade_seletiva