Armas Biológicas

Armas biológicas são agentes vivos patogênicos (vírus, fungos, bactérias, etc) que são utilizados para atingir e contaminar um grande número de pessoas.

Foto: Andreas Gradin / Shutterstock.com

Foto: Andreas Gradin / Shutterstock.com

Esses artefatos são manipulados há séculos - existem registros de contaminações, quando os exércitos usavam cadáveres em deterioramento para contaminar o abastecimento de água ou quando lançavam corpos de vítimas de varíola em território inimigo. Os registros mais recentes são os dos atos terroristas que enviavam correspondências contaminadas com Anthrax.

Ainda não houve uma grande contaminação (em massa), até porque este evento só pode ser efetuado com um grande apoio científico-militar, ou seja, em período de uma grande guerra ou por grupos terroristas bem treinados.

A arma biológica de maior potencial conhecida é o anthrax, uma doença causada pela bactéria Bacillus anthracis. Típica de regiões agrícolas da Ásia, África e América Latina, a transmissão da doença se dá quando esporos da bactéria penetram algum ferimento cutâneo, ou quando os mesmos são inalados ou ingeridos. Na pele, que corresponde a 95% dos casos, a doença se manifesta como uma infecção com pus, semelhante ao furúnculo, formando posteriormente uma mancha-negra. No caso de inalação, provoca pneumonia, febre alta e dificuldades respiratórias, e geralmente é fatal.

Uma guerra biológica pode produzir efeitos assustadores, por isso um grupo de países assinou um acordo em 1972 para evitar tal guerra, mas de fato, esse acordo não estipula penalidades e nem faz um controle rigoroso, apenas registrou a intenção destes países.

Leia também: Bioterrorismo

Fonte:
http://mundoestranho.abril.com.br/materia/o-que-e-uma-arma-biologica

Arquivado em: Curiosidades