O ronronar dos gatos

Por Débora Carvalho Meldau
O ronronar dos gatos, também chamado de ronrom, ou ainda, ronrono, trata-se de um ruído contínuo emito pelos felinos e que está relacionado à sua forma de comunicação.

Os gatos domésticos ronronam em uma faixa de frequência de 22,4 a 30,2 hertz, sendo que, diferentemente do miado, também emitido por esses animais, o ronronar produz um som grave, audível somente a curtas distâncias.

De acordo com especialistas, a principal função do ronronar é firmar uma comunicação entre a mãe e os filhotes durante o período de amamentação, uma vez que nesse período se torna impossível mamar e miar simultaneamente.

Existem diversas teorias para explicar como ocorre o ronronar dos gatos. Uma delas refere-se ao processo que envolve a ativação dos nervos dentro da caixa torácica. Esses impulsos nervosos levam à vibração das pregas vocais, enquanto o diafragma age como uma bomba, empurrando o ar de dentro para fora das cordas vocais que se encontram vibrando, resultando no ronronar. Além das pregas vocais, especialistas acreditam que as pregas vestibulares, encontradas associadas às primeiras nos gatos, também vibram quando esses animais ronronam.

Outro fato importante do ronronar dos felinos, defendido por especialistas, é o de que o início do ato ocorre de acordo com a vontade do animal.

Pesquisas recentes revelam que o ronronar está ligado ao aumento súbito na turbulência do sangue do sistema circulatório do gato. Esta turbulência seria mais intensa nos casos de desvio da circulação sanguínea para um vaso sanguíneo de diâmetro mais amplo, localizada na região torácica do animal. Quando ocorre a contração dos músculos circunvizinhos a esse vaso, as vibrações causadas pela turbulência são amplificadas pelo diafragma, antes de subirem pela tranqueia e ressoarem na cavidade sinusoidal. Essa vibração resulta na liberação de endorfina no cérebro, substância que é liberada em situações de prazer, de dor e de nervoso, fato que explica o porquê os gatos domésticos ronronam em ambas os casos.

Foi observado também que os felinos selvagens como leões da montanha e pumas, também são capazes de ronronar pelo mesmo motivo dos felinos domésticos.

Outro fato que deve ganhar destaque é o de que o ronronar muda ao longo dos anos de vida do animal. Animais mais velhos produzem sons que indicam conforto e prazer, mas também pode indicar animais assustados e até doentes, sendo comum que felinos que estão prestes a morrer ronronem. De acordo com veterinários, isso pode estar ligado ao quadro de ansiedade ou estado de euforia presente nesses animais antes da morte por causas naturais, fato também observado em muitos seres humanos em fase terminal.

O ronronar também é observado em animais solitários e assustados, indicando que o animal deseja de aproximar para interagir com outros de sua espécie.

Fontes:
http://noticias.terra.com.br/educacao/vocesabia/interna/0,,OI2859615-EI8410,00.html
http://www.petimagem.com/Especialistas-explicam-por-que-os-gatos-ronronam.aspx
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ronrom