Pirâmide populacional

Por Emerson Santiago
É denominada pirâmide populacional ou etária um determinado gráfico no formato de barras, utilizado para representar a diferença quantitativa da estrutura de gênero de determinada população em masculina e feminina combinada com suas respectivas faixas etárias. Em outras palavras, o gráfico em formato de pirâmide analisa diversas variáveis de um conjunto populacional a partir da idade e sexo.

Pirâmide populacional brasileira (IBGE/2010)

A composição da pirâmide populacional pode ser dividida em três partes: na base temos a população jovem, entre zero e 19 anos; no meio está a população adulta, entre 19 e 59 anos, e finalmente, no topo fica a população idosa, acima dos 60 anos. Os números atribuídos às idades podem variar de acordo com o autor do estudo ou o objetivo deste.

Neste tipo de gráfico, o grupo da base, o primeiro, costuma surgir em maior número que o grupo seguinte, e este por sua vez, apresenta-se maior que o grupo do topo, formando o desenho de uma pirâmide, sendo esta a razão de seu nome.

A pirâmide dá origem a um código de barras no qual o eixo vertical indica a escala de idades, e o horizontal a população masculina de um lado e a feminina no outro, representada por barras, de acordo com o número absoluto ou percentual desejado.

É de grande importância o estudo da estrutura etária, pois esta aponta a tendência do tipo de crescimento que experimenta determinada população em determinado período. Para a administração pública, por exemplo, a elaboração da pirâmide populacional ajuda a canalizar os recursos disponíveis: se a pirâmide aponta aumento no número de jovens, os investimentos terão maior eficácia caso sejam direcionados a tal grupo. Caso a pirâmide mostre um envelhecimento da população, certamente a natureza dos investimentos serão bem diversos da situação anterior.

Os tipos de pirâmides etárias e suas características são:

  • pirâmide jovem: possui uma base larga, resultado de elevada natalidade e um topo estreito em consequência de uma elevada mortalidade e uma esperança média de vida reduzida. Tal tipo de pirâmide representa uma população muito jovem, típica de países menos desenvolvidos.
  • pirâmide envelhecida: sua base é mais estreita do que a classe dos adultos, e reflete diminuição da natalidade e um aumento da esperança média de vida. É representativa de países desenvolvidos.

Entre as duas modalidades comuns, há ainda outras duas situações intermédias:

  • pirâmide adulta: nesta pirâmide, a base é ainda larga mas existe um aumento das classes adulta e idosa. A taxa de natalidade é decadente e a expectativa média de vida apresenta tendência de aumento.
  • pirâmide rejuvenescida: reflete uma recuperação do grupo dos jovens, consequencia do aumento da fecundidade.

Bibliografia:
PIMENTEL, Carla. Pirâmides etárias. Disponível em: <http://geo-geografias.blogspot.com.br/2010/01/piramides-etarias.html>. Acesso em: 14 nov. 2012.

Pirâmide etária ou populacional. Disponível em: <http://www.estatisticasmt.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=252:piramide-etaria-ou-populacional&catid=44:glossario&Itemid=232>. Acesso em: 14 nov. 2012.