Prolapso da Terceira Pálpebra

A terceira pálpebra, também conhecida como membrana nictitante, consiste em uma delgada estrutura situada na porção medial do saco conjuntival inferior, entre a córnea e a pálpebra. É constituída por cartilagem hialina, com sua porção anterior e posterior recobertas por tecido conjuntivo, enquanto sua porção ventral encontra-se circundada pela glândula da terceira pálpebra (glândula lacrimal).

O prolapso ou protusão da terceira pálpebra popularmente conhecida como “olho de cereja”, refere-se à projeção da glândula lacrimal presente na terceira pálpebra, em decorrência de sua tumefação e inflamação.

Afeta quase que exclusivamente cães, especialmente das raças Cocker Spaniel Inglês e Buldogue Inglês, embora possa afetar animais de todas as raças. Em raros casos, pode ocorrer em gatos.

Esta condição decorre da fragilidade ou ausência das bandas de tecido conjuntivo que ligam a porção ventral da terceira pálpebra aos tecidos periorbitais. Acredita-se que fatores hereditários possam estar relacionados ao surgimento desta condição.

Uma vez que a glândula lacrimal é importante na lubrificação ocular, esta deve ser mantida, pois sua remoção pode predispor o desenvolvimento de ceratoconjuntivite seca, devido à diminuição da produção do filme lacrimal.

O tratamento com medicamentos não é satisfatório, sendo que, para resolução definitiva do quaseo, é necessário reposicionar cirurgicamente a glândula prolapsada, de forma que ela mantenha o seu funcionamento.

Fontes:

http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/28639/000772122.pdf?sequence=1

http://www.medvep.com.br/artigo/download/Artigo034.pdf

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Doenças