Sinusite

Os ossos da fronte e da face contém cavidades, chamadas seios, que comunicam com a cavidade do nariz. Tais são os seios maxilares (antros de Highmore*) dos ossos da face, os seios frontais dos ossos da testa, sobre os olhos, os seios etmoidais da abóbada do nariz. Quando a mucosa que forra esses seios se inflama e produz catarro ou pus, tem-se o que se chama uma sinusite; pode ser devido às seguintes causas, que agem sozinhas ou combinadas como fatores predisponentes:

  1. Drenagem inadequada por processo obstrutivo (desvio de septo, pólipos, etc.)
  2. Rinite crônica;
  3. Debilidade geral, como a que se segue a doença séria;
  4. Exposição e variação exageradas de temperatura ou umidade, ou então ambas associadas;
  5. Fatores emocionais;
  6. Mudanças bruscas da pressão intranasal;
  7. Abscessos dentários (maxilares);
  8. Alergia;

Os germes, os mais variados, podem ser a causa das sinusites. Há então dores na região dos seios faciais, que podem ser muito agudas, às vezes por acessos repentinos, corrimento mucopurulento (nasal), e em certos casos perturbações oculares. Quando é o seio maxilar, as dores estendem-se pela face ao olho e até ao ouvido; quando é o seio frontal há dor de cabeça e peso sobre os olhos. Este estado pode complicar os defluxos.

CAIRO, Nilo. Guia de Medicina Homeopática. São Paulo: Lomelino,  Silva & Cia. 1965.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.