Exercícios anaeróbicos

Pós-graduação lato sensu em Jornalismo (Faculdade Cásper Líbero, 2014)
Graduação em Educação Física (Complexo Educacional FMU, 2007)

Os exercícios anaeróbicos são o contrário dos aeróbicos, compondo-se de alta intensidade e curta duração. Caracterizam-se por não utilizar o oxigênio para a promoção de energia pois é gerada através do tecido vivo. Seu principal público são pessoas em busca de ganho de massa muscular.

Muitos se questionam sobre a diferença entre exercícios aeróbicos e anaeróbicos. No primeiro há um grande gasto calórico, porém com movimentos mais lentos, já na segunda opção os exercícios são mais rápidos com foco no grupo muscular. A origem da energia é o que distingue os dois. Enquanto o aeróbico alimenta-se do ar, o anaeróbio utiliza os hidratos de carbono, o que neste caso, após finalizar atividade as células continuam a queimar calorias. Por isso atividade anaeróbica também é indicada a pessoas que precisam perder peso, pois em sua execução eliminam gordura e adquirem massa magra.

Encontra-se diversas opções de modalidades anaeróbicas, como saltos, pilates, yoga, musculação - uma das mais praticadas, entre outras. Podemos separa-las em dois grupos distintos sendo os de execução lenta, como a ginástica localizada que pode ser realizada com ou sem sobrecarga, e o de movimentos rápidos com os tiros velozes e curtos da natação e corrida por exemplo. Em todas, a indicação é que seja praticado por um período de uma hora, com uma frequência de duas a quatro vezes por semana.

Variando o tipo de esforço empregado, o exercício também pode sofrer mudanças de aeróbico para anaeróbico. No caso de uma corrida, a intensidade aumenta de forma progressiva. A fonte de energia deixa de ser o oxigênio para ser o ácido lático (glicose anaeróbica - a glicose em forma de glicogênio) ou a creatina fosfatada.

Nos treinos anaeróbicos alguns aspectos devem ser respeitados por seus alunos, como o intervalo de descanso para as fibras musculares se recuperarem e diminuir o ácido lático produzido. Assim como entender o limite do corpo, principalmente no momento de adicionar uma sobrecarga evitando uma fadiga.

O treinamento de força é indicado tanto para pessoas que buscam melhorar o condicionamento físico, perder peso ou até mesmo para o trabalho de hipertrofia. Os benefícios da atividade anaeróbica regular são:

  • Promoção da saúde e qualidade de vida: Além de prevenir doenças como diabetes, artrite ou dores lombares, o treino pode auxiliar no tratamento quando o praticante já possui a patologia.
  • Conservar e ganhar massa muscular: Mesmo após o estágio de envelhecimento do corpo onde perde-se músculo por falta de uso, esse tipo de exercício estimula não só a manter como aumentar massa magra.
  • Força óssea: A atividade anaeróbica torna os ossos mais fortes, combatendo e evitando a osteoporose.
  • Acelera o metabolismo: O ganho de massa magra promove o aumento do metabolismo e um maior gasto calórico durante os exercícios.
  • Boa forma física: O corpo ganha um novo traçado, uma aparência física tonificada. Isso aliado a uma alimentação equilibrada.

Referências Bibliográficas:
http://www.musculacaoecia.com.br/exercicio-anaerobico-tudo-o-que-voce-precisa-saber/
http://www.exerciciosdeacademia.com.br/artigos/exercicios-anaerobicos/

Arquivado em: Educação Física