Exercícios Anaeróbicos

Por Anna Adami
O termo Anaeróbico se refere ao processo de respiração celular sem a presença de oxigênio. Os Exercícios Anaeróbicos são aqueles cujo metabolismo se dá nos músculos, durante a prática de atividades com alto índice de esforço. Dentre os quais podemos citar, corrida de 100m, natação, levantamento de peso, flexão, agachamento, pilates, yoga, ginástica olímpica, salto, entre outros exercícios com o objetivo de desenvolver força e crescimento muscular. Podem ser de dois tipos, Lento com Carga e Sem Carga (aparelho de musculação e ginástica localizada) ou de Velocidade (corrida, natação).

Comumente chamado de Musculação ou de Exercícios Resistidos, esta modalidade de exercício beneficia aqueles que pretendem ganhar massa magra (músculos), ou até mesmo implementar a massa dos músculos (hipertrofia) e também acelerar o metabolismo e reduzir o peso. Bastante conhecido pelos bodybuilders (fisiculturistas), os quais através da musculação aumentam a massa muscular para participar de campeonatos e apresentações.

A fisiologia do Exercício Anaeróbico acontece através de dois sistemas, o primeiro denominado Sistema Anaeróbio Alático, pela combinação do ATP (Adenosina Trifosfato) e CP (Creatina Fosfato), gera e armazena energia nos músculos. E o Sistema Anaeróbico Lático ou Glicólise Anaeróbica, o qual processa a substância alimentar denominada carboidrato, em ácido lático, que por sua vez será utilizado nos músculos em forma de glicogênio.

Dentre as funções do Exercício Anaeróbico, pode-se destacar o estímulo a resistência, densidade do osso e flexibilidade. A duração média deste tipo de exercício deve ser de 60 minutos, sendo frequência mínima de duas vezes por semana e máxima de quatro vezes. Para obter o resultado esperado, é necessário se adaptar a rotina ritmada de exercícios, respeitar o limite do corpo, sem exagerar no peso, bem como dar pausas para o descanso e recuperação muscular. Para isso, o treino regenerativo, que também pode ser chamado de descanso ativo, pode ser feito no período de recuperação, para regenerar as fibras musculares, ativar a circulação e remover o excesso de ácido lático produzido pelo organismo, devido ao esforço intenso.

Os Exercícios Anaeróbicos estão suscetíveis a fadiga muscular (cansaço do músculo e perda de força), devido a atividade física prolongada e repetitiva. A causa da fadiga é uma dieta escassa em açucares, denominada hipoglicídica; tal efeito faz o glicogênio hepático e muscular diminuir, o que reduz o desempenho do exercício. Para evitar a fadiga muscular se faz necessário a ingestão de carboidratos como cereais e pão, nutrientes que transformam hidratos de carbono em glicogênio.

Fontes:
http://www.scalacenter.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=86&Itemid=29
http://www.copacabanarunners.net/anaerobicos.html
Foto: http://www.vittel-sports.eu/en/cpo_de_vittel-centre_p_coubertin-musculation.php