Transdisciplinaridade

A transdisciplinaridade é um enfoque pluralista do conhecimento que tem como objetivo, através da articulação entre as inúmeras faces de compreensão do mundo, alcançar a unificação do saber. Assim, unem-se as mais variadas disciplinas para que se torne possível um exercício mais amplo da cognição humana.

Este olhar múltiplo permite que se abranja a complexidade crescente do mundo pós-moderno, o que justifica a definição da transdisciplinaridade como um fluir de ideias e, mais particularmente, um movimento de reflexão sobre estes conceitos. Esta abordagem científica vem modificando a forma como o Homem se volta para si mesmo e procura entender seu papel no mundo e também a própria compreensão da interação do universo com o ser humano.

Hoje, com os recentes e velozes avanços da Ciência em todos os campos, especialmente na física e na matemática, não é mais viável a crença em verdades absolutas e no domínio de uma disciplina sobre as outras. Urge a cooperação entre as partes para que se construa o todo, ou seja, o conhecimento. Com as revelações filosóficas de Kant e as teorias revolucionárias de Einstein, o Homem não mais se satisfaz com ideias restritas, o que o leva a buscar sempre mais, ampliando a esfera do saber.

Esta expressão foi criada pelo educador Jean Piaget, durante o I seminário Internacional sobre Pluri e Interdisciplinaridade, o qual se desenrolou em 1970, na Universidade de Nice; nesta ocasião foi originalmente utilizada esta palavra, deflagrando uma série de pesquisas sobre seu significado e as implicações por trás desta ideia, estimuladas pelo seu próprio criador.

Depois de Piaget, o termo foi resgatado por vários outros pesquisadores, entre eles Edgar Morin, Stephane Lupasco, Basarab Nicolescu e Ubiratan D’Ambrosio. Atualmente este conceito vem sendo explorado principalmente no interior do Centre International de Recherches et d`Études transdisciplinaires, um dos mais importantes núcleos de estudos sobre a transdisciplinaridade.

O tema é hoje um dos elementos científicos mais difíceis de se compreender, e talvez por esta razão um dos mais abordados por pesquisadores de todo o Planeta; é necessário agir com muita cautela no processo de relacionamento entre as disciplinas, para que elas possam, simultaneamente, amparar-se mutuamente e preservar sua singularidade, evitando incorrer no erro de se converter em uma única esfera do conhecimento.

No processo educacional é imprescindível recorrer à transdisciplinaridade, a qual, desde o século XX, vem se desenvolvendo no meio acadêmico, visando conectar o campo universitário ao restante da sociedade, distanciados justamente pela tendência à máxima especialização profissional. A inclinação ao uso cada vez mais frequente desta ferramenta permite transpor este abismo e formar não mais especialistas, mas sim profissionais com uma bagagem mais ampla, melhor preparados para enfrentar o competitivo e feroz mercado de trabalho.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Transdisciplinaridade
http://www.iecomplex.com.br/textos/Psican%87lise%20e%20trans_.htm

Arquivado em: Educação